Faro, la Reine des Eaux

Faro, la Reine des Eaux

(Alemanha, Burkina Fasso, Canadá, França, Mali 2007).

De Salif Traoré. Em Cores/93’.

Zanga, retorna à sua aldeia vários anos depois de ser expulso, para descobrir quem é seu verdadeiro pai. Sua chegada coincide com os movimentos bruscos de Faro, o espírito do rio. Estes eventos são interpretados como um sinal de raiva associado com a chegada do rapaz. Através de uma crônica mística, o filme propõe pensar como a África rural enfrenta as suas mutações.

Formatos disponíveis para locação