Cine Le Corbusier em Brasília

O encontro do Cinema Francês em Brasília.

O Cine Le Corbusier, Cineclube do Espaço Le Corbusier da Embaixada da França, continua em 2017 sua programação de cinema francês. Todos os filmes são legendados em português e as sessões, que acontecem sempre às quartas às 19h, são gratuitas! 

Para todos que querem desfrutar ou descobrir o cinema francês, basta solicitar o seu cartão de sócio através do: formulário de cadastro.

A maioria dos filmes apresentados no Cinemaison de Brasília faz parte do acervo da Cinemateca da Embaixada da França no Rio de Janeiro, constituído de mais de 600 filmes franceses, legendados em português, disponíveis para projeção não comercial.

CINEMAISON BRASÍLIA

Espaço Le Corbusier
Embaixada da França no Brasil
S.E.S Av. das Nações, Quadra 801 - Lote 04

Ver mapa maior

 
  • A Baía dos Anjos
  • A Baía dos Anjos
  • A Baía dos Anjos

16.08 às 19h A Baía dos Anjos

La Baie des Anges (França 1962).
De Jacques Demy. Com Claude MannJeanne MoreauPaul Guers. Drama em preto e branco/89’.
"Eu quis desmontar e mostrar o mecanismo de uma paixão. Isso poderia ser o álcool e a droga, por exemplo. Não era somente um jogo em si" (JACQUES DEMY). Jackie é uma parisiense de meia idade que deixa seu marido e filhos para se aventurar no mundo das apostas em Nice, onde estará em jogo não apenas o frenesi das roletas do cassino, mas também o do ciclo da sedução.

  • Mulher para Dois
  • Mulher para Dois
  • Mulher para Dois

23.08 às 19h Mulher para dois

Jules et Jim (França 1962).
De François Truffaut. Com Jeanne Moreau. Drama em preto e branco/102’.
Paris, 1912. Jules, alemão e Jim, francês, são artistas e amigos. Os dois estão apaixonados por Catherine, mas finalmente é Jules quem se casa com ela. A guerra separa o trio. Ao final do conflito, Jim reencontra Catherine e Jules na Alemanha. O amor a três volta com força ainda maior e só se extinguirá com a morte de Jim e Catherine numa curva de um passeio de carro. Obra prima de François Truffaut. Um dos mais clássicos triângulos amorosos do cinema.

  • A Vida no Rancho
  • A Vida no Rancho
  • A Vida no Rancho

02.08 às 19h A vida no rancho

La Vie Au Ranch (França 2009).
De Sophie Letourneur. Com Sarah-Jane Sauvegrain. Em Cores/92’.
Pam tem vinte anos. Suas amigas sempre se encontram no rancho que ela divide com Manon. No auge de sua juventude e união, elas bebem, fumam, dançam e discutem. Entretanto, chega o momento em que é necessário se separar do grupo e encontrar o próprio caminho.

  • Zero de Conduta
  • Zero de Conduta
  • Zero de Conduta

09.08 às 19h Zero de Conduta

Zéro de conduite (França 1933).
De Jean Vigo. Comédia dramatica em preto e branco/47’.
O filme remete às experiências escolares das crianças francesas baseadas nas memórias de Vigo sobre sua própria infância. Retrata um sistema educativo burocrático e repressivo diante do qual os estudantes empreendem verdadeiros atos de rebelião por vezes surreais, resultado de leituras libertárias da infância. O título faz referência a qualificação (nota) de um dos meninos recebem que lhes impede de sair no domingo. Também mostra a influência da obra de teatro Ubu Roi de Alfred Jarry.