Diourka, pegar ou largar

Diourka, à prendre ou à laisser (França 2011).

De André S. Labarthe, Estelle Fredet. Em /59’.


Nascido em 1930, na Hungria, Georges Meveczy, “Diourka”, se instala na França em 1948, onde, apoiado por Picasso, vira escultor.Entre 1968 e 1969, ele realiza três filmes, todos eles estrelados por Bernadette Lafont, então sua esposa. Em 1969, ele encerra sua carreira como cineasta e se retira para o campo, onde vive até hoje.


Presente no festival