II Encontro de Cinema Negro Brasil, África e América Latina


Rio de Janeiro, 13 a 24/11/2008

Cinema, seminários e oficinas fazem parte da programação do II Encontro de Cinema Negro Brasil, África e América Latina, que acontece de 13 a 24 de novembro no Rio de Janeiro. Idealizado por Zózimo Bulbul - ator e cineasta pioneiro com experiência Internacional dirigiu vários filmes afro-brasileiros, sempre retratando a historia do povo Negro -, o evento reun realizadores afro-descendentes da América Latina, de diversos estados do Brasil e do continente Africano para promover um fórum de reflexões e idéias.

O objetivo é valorizar a presença do negro e suas temáticas no cinema nacional e internacional. Para isso, o Encontro promoverá a troca de experiências entre os diretores pioneiros e novos talentos, através de debates entre produtores, críticos, estudantes e público interessado em cinema, além de oficinas de capacitação gratuitas, abertas para o público.

O evento acontece espalhado pela cidade. No Centro, tem palco no Cinema Odeon BR, Centro Cultural Justiça Federal, numa tenda montada na Lapa e encontros diários pela manhã no Centro Afro Carioca de Cinema, espaço lançado em 2007 por Bulbul e Biza Vianna, pela produtora-executiva deste Encontro. Na Zona Sul, no recém-inaugurado Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico.

Vários filmes que são exibidos na programação do Encontro participaram do Fespaco - Festival Pan-Africano de Cinema de Ouagadodou, em Burkina Faso, em que Zózimo Bulbul participou em 1997. Este ano, o II Encontro de Cinema Negro recebe o cineasta Guy Désiré Yaméogo, representante da Fespaco, que vem ao Brasil com apoio da Embaixada da França.

Entre os cineastas estrangeiros convidados para o II Encontro de Cinema Negro Brasil, África e América Latina estão Mansour Zora Wade (Senegal), Rigoberto Lopez (Cuba), Derby Arboleda (Colômbia), Apoline Traore (Burkina Faso), Angele Diabang Brener (Senegal), Antônio Molina (Cuba) e Guy Désiré Yaméogo (Burkina Faso).

Ordenar por: ciclo | título | data de exibição | cidade

Programação

Drum

Drum

(África do Sul, França 2004). De Zola Maseko. Com Gabriel Mann, Jason Fleming, Taye Diggs. Em cores/104’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Drum é um filme sobre a vida de Henry Nxumalo, jornalista de investigação famoso nos anos 50 em Sophiatown, bairro símbolo da resistência cutltural em Joanesburgo. Ele trabalha em uma revista negra da moda, Drum, verdadeira arma de mídia na época. Durante esta época, toda uma geração de autores, críticos, músicos e jornalistas exigentes sul-africanos surgiu e se expressou nessa resistência. Henry Nxumalo arriscou a vida denunciando as condições de tratamento dos negros que viveram e trabalharam durante os anos de segregação, apesar do assédio constante por parte das autoridades.

Rio de Janeiro

  • Espaço Tom Jobim
    23/11/2008 às 19h
    Rua Jardim Botânico, 1008 — Jardim Botânico, Rio de Janeiro
  • Heremakono - Esperando a Felicidade
  • Heremakono - Esperando a Felicidade
  • Heremakono - Esperando a Felicidade
  • Heremakono - Esperando a Felicidade

Heremakono - Esperando a Felicidade

Heremakono - En attendant le bonheur (França, Mauritânia 2002). De Abderrahmane Sissako. Com Fatimatou Mint Ahmedou, Khatra Ould Abdel Kader, Makanfing Dabo, Mohamed Ould Abeid Maata, Mohamed Ould Mohamed Mahmoud, Nana Diakité, Nèma Mint Choueikh. Em cores/95’. Classificação etária Livre.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Abdallah, um menino, encontra sua mãe em Nouadhibou, cidadezinha da costa da Mauritânia, enquanto esperam para viajar para a Europa. Nesse lugar de exílio, cuja língua não entende, tenta decifrar o mundo que o rodeia: Nana, mulher sensual que tenta seduzi-lo, Makan, que quer partir como ele, Maata, ex-pescador transformado em eletricista e seu aprendiz, o jovem e alegre Khatra que o ajudará a sair de seu isolamento ensinando-lhe o dialeto local. Os destinos cruzam-se e descruzam-se, enquanto os olhares fixos no horizonte esperam uma felicidade hipotética. * Seleção oficial: Un Certain Regard, Cannes 2002 * * Prêmio da Crítica Internacional, Cannes 2002 * * Étalon de Yennenga Fespaco 2003 *

Rio de Janeiro

  • Espaço Tom Jobim
    22/11/2008 às 19h
    Rua Jardim Botânico, 1008 — Jardim Botânico, Rio de Janeiro
  • Nha Fala
  • Nha Fala
  • Nha Fala
  • Nha Fala
  • Nha Fala

Nha Fala

(França, Guiné-Bissau, Luxemburgo, Portugal 2002). De Flora Gomes. Com Ângelo Torres, Bia Gomes, Danielle Evenou, Fatou Ndiaye, François Hadji-Lazaro, Jean-Christophe Dollé, Jorge Biague, José carlos Imbombo. Em cores/90’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Em Cabo Verde, todos os acontecimentos que regem a vida social viram música. Mas na família da jovem Vita, uma lenda promete a morte a quem tentar. Na França, onde Vita estuda, ela encontra Pierre, músico, por quem se apaixona. Ela canta e Pierre descobre a beleza de sua voz, convencendo-a a gravar um disco que se torna sucesso. Mas Vita desafiou a tradição, e decide então voltar à casa para confessar à sua família e receber o castigo.

Rio de Janeiro

  • Espaço Tom Jobim
    23/11/2008 às 17h
    Rua Jardim Botânico, 1008 — Jardim Botânico, Rio de Janeiro
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão

O Preço do Perdão

Le Prix du pardon (França, Senegal 2001). De Mansour Sora Wade. Com Alioune Ndiaye, Dienaba Niang, Gora Seck, Hubert Koundé, James campbell, Rokhaya Niang, Thierno Ndiaye Doss. Em cores/90’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Um espesso nevoeiro cobre há vários dias uma aldeia da costa sul do Senegal, e impede as pirogas de entrar no mar. O velho religioso da aldeia está moribundo e não pode executar os ritos. Seu filho de 20 anos, Mbanik ganha a confiança da população e cativa a jovem Maxoye. Mas seu sucesso desperta a inveja de Yatma, seu amigo de infância... * Tanit de Ouro Cartago 2002 *

Rio de Janeiro

  • Espaço Tom Jobim
    21/11/2008 às 17h
    Rua Jardim Botânico, 1008 — Jardim Botânico, Rio de Janeiro
  • Espaço Tom Jobim
    21/11/2008 às 17h
    Rua Jardim Botânico, 1008 — Jardim Botânico, Rio de Janeiro
Sarraounia

Sarraounia

(França 1986). De Med Hondo. Com Aï Keita, Didier Sauvegrain, Féodor Atkine, Jean-Roger Milo. Em cores/120’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Em uma aldeia da África, um velho confia sua filha ao seu amigo. Com este pai adotivo, ela aprende o manejo das armas, as verdades da vida, os modos de comunicação com os espíritos. Uma vez mulher, Sarraounia assume a liderança dos Aznas. Rainha, ela não procura dominar, mas luta pela independência e pela paz. Para solicitar este filme é necessária autorização do diretor através do e-mail mhfilms@free.fr

Rio de Janeiro

  • Espaço Tom Jobim
    22/11/2008 às 17h
    Rua Jardim Botânico, 1008 — Jardim Botânico, Rio de Janeiro

Um domingo africano em familia

Drum

Drum

(África do Sul, França 2004). De Zola Maseko. Com Gabriel Mann, Jason Fleming, Taye Diggs. Em cores/104’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Drum é um filme sobre a vida de Henry Nxumalo, jornalista de investigação famoso nos anos 50 em Sophiatown, bairro símbolo da resistência cutltural em Joanesburgo. Ele trabalha em uma revista negra da moda, Drum, verdadeira arma de mídia na época. Durante esta época, toda uma geração de autores, críticos, músicos e jornalistas exigentes sul-africanos surgiu e se expressou nessa resistência. Henry Nxumalo arriscou a vida denunciando as condições de tratamento dos negros que viveram e trabalharam durante os anos de segregação, apesar do assédio constante por parte das autoridades.

Rio de Janeiro

  • Odeon Petrobras
    16/11/2008 às 18h
    Cinelândia - Praça Mahatma Gandhi, 2 — Centro, Rio de Janeiro
  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo

Jom ou a História de um Povo

Jom ou l'Histoire d'un peuple (França, Senegal 1981). De Ababacar Makharam. Em cores/76’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Com Oumar Seck, Oumar Gueye, Amadou Lamine Camara, Abou Camara, Zator Sarr, Fatou Samb Fall, Ndeye Ami Fall.


O Jom é a origem de todas as virtudes, a dignidade, a coragem, uma certa beleza do gesto, a fidelidade do compromisso, o respeito pelo outro e por si mesmo. Klaly, o feiticeiro africano, encarnação da memória africana, atravessa as épocas para ser uma testemunha da resistência à opressão: a que opõe o colonizador ao povo escravizado, o senhor ao criado, o patrão aos operários.

Rio de Janeiro

  • Odeon Petrobras
    16/11/2008 às 14h
    Cinelândia - Praça Mahatma Gandhi, 2 — Centro, Rio de Janeiro

Os cineastas e a tradição no Brasil

  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo
  • Jom ou a História de um Povo

Jom ou a História de um Povo

Jom ou l'Histoire d'un peuple (França, Senegal 1981). De Ababacar Makharam. Em cores/76’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Com Oumar Seck, Oumar Gueye, Amadou Lamine Camara, Abou Camara, Zator Sarr, Fatou Samb Fall, Ndeye Ami Fall.


O Jom é a origem de todas as virtudes, a dignidade, a coragem, uma certa beleza do gesto, a fidelidade do compromisso, o respeito pelo outro e por si mesmo. Klaly, o feiticeiro africano, encarnação da memória africana, atravessa as épocas para ser uma testemunha da resistência à opressão: a que opõe o colonizador ao povo escravizado, o senhor ao criado, o patrão aos operários.

Rio de Janeiro

  • Odeon Petrobras
    19/11/2008 às 18h
    Cinelândia - Praça Mahatma Gandhi, 2 — Centro, Rio de Janeiro

Dia da Consciência Negra

  • Bamako
  • Bamako

Bamako

(França, Mali 2006). De Abderrahmane Sissako. Com Aïssa Maiga, Danny Glover, Elia Suleiman, Habib Dembélé, Hélène Diarra, Tiécoura Traoré. Em cores/118’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse


Cidadãos africanos decidem processar as instituições financeiras internacionais pelo estado de endividamento em que se encontra o continente. O julgamento se instaura nos jardins de uma casa em Bamako. Só que os procedimentos legais são recebidos com indiferença pelos habitantes locais, que seguem adiante com sua rotina. Entre eles estão Chaka e Melé. Ela é cantora num bar, ele está desempregado, e a relação dos dois passa por um momento difícil.

* Seleção oficial do Festival de Cannes de 2006, fora de competição. *

Rio de Janeiro

  • Odeon Petrobras
    20/11/2008 às 14h
    Cinelândia - Praça Mahatma Gandhi, 2 — Centro, Rio de Janeiro

Sessão Especial

  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão

O Preço do Perdão

Le Prix du pardon (França, Senegal 2001). De Mansour Sora Wade. Com Alioune Ndiaye, Dienaba Niang, Gora Seck, Hubert Koundé, James campbell, Rokhaya Niang, Thierno Ndiaye Doss. Em cores/90’.

Sinopse, Rio de Janeiro

Sinopse

Um espesso nevoeiro cobre há vários dias uma aldeia da costa sul do Senegal, e impede as pirogas de entrar no mar. O velho religioso da aldeia está moribundo e não pode executar os ritos. Seu filho de 20 anos, Mbanik ganha a confiança da população e cativa a jovem Maxoye. Mas seu sucesso desperta a inveja de Yatma, seu amigo de infância... * Tanit de Ouro Cartago 2002 *

Rio de Janeiro

  • Odeon Petrobras
    15/12/2008 às 20h
    Cinelândia - Praça Mahatma Gandhi, 2 — Centro, Rio de Janeiro