Kilimanjaro Ciné African Film Festival

Kilimanjaro Ciné African Film Festival


São Paulo, 30/10 a 02/11/2014

Entre os dias 30 de outubro e 2 de novembro, a Galeria Olido apresenta ao público brasileiro uma programação especial, totalmente dedica ao cinema produzido atualmente no continente africano. O festival conta com oito longas, distribuídos em 10 sessões, com entrada a R$ 1.

O "Kilimanjaro Ciné African Film Festival" é um evento que visa divulgar o cinema desenvolvido na África, apresentando produções que retratam o cotidiano do continente, com o intuito de trazer à tona a cultura africana.

Dentre os filmes que integram a programação, 6 são filmes da Cinemateca Francesa. Os filmes "Férias em Casa" e "Rastros, pegadas de mulher" vão ter suas sessões seguidas de debate com Tommy Germain, Refslin Mimpiya, Sidney Santiago e Thogun Texeira.

Cofira a programação completa aqui

Ordenar por: título | data de exibição | cidade

Programação

São Paulo

  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco

Eu e meu Branco

Moi et mon Blanc (Burkina Fasso, França, Suécia 2003). De Pierre Yameogo. Com Abdoulaye Komboudri, Anne Roussel, Bruno Predebon, Micheline Compaoré, Pierre Loup Rajot, Ray Ainsi Lema, Samuel Poirier, Serge Bayala. Em cores/90’.

Sinopse, São Paulo

30 Out 2014

Sinopse

Mamadi, estudante de Burkina Faso, e Frank, jovem francês, trabalham como vigias da noite num estacionamento. Através das telas do equipamento de segurança acompanham as idas e vindas, a prostituição e o tráfico de drogas que acontece entre o movimento dos automóveis. Uma noite, Mamadi descobre um embrulho abandonado, com drogas e dinheiro, e decidem ficar com ele, mas são perseguidos pelos donos... escondem-se um tempo na casa de Frank, depois voam para Ouagadougou... Nessa aventura, cada um deles vai descobrir o mundo do outro.

São Paulo

  • Galeria Olido
    30/10/2014 às 15h
    Av. São João, 473 — Centro, São Paulo
  • Nha Fala
  • Nha Fala
  • Nha Fala
  • Nha Fala
  • Nha Fala

Nha Fala

(França, Guiné-Bissau, Luxemburgo, Portugal 2002). De Flora Gomes. Com Ângelo Torres, Bia Gomes, Danielle Evenou, Fatou Ndiaye, François Hadji-Lazaro, Jean-Christophe Dollé, Jorge Biague, José carlos Imbombo. Em cores/90’.

Sinopse, São Paulo

31 Out 2014

Sinopse

Em Cabo Verde, todos os acontecimentos que regem a vida social viram música. Mas na família da jovem Vita, uma lenda promete a morte a quem tentar. Na França, onde Vita estuda, ela encontra Pierre, músico, por quem se apaixona. Ela canta e Pierre descobre a beleza de sua voz, convencendo-a a gravar um disco que se torna sucesso. Mas Vita desafiou a tradição, e decide então voltar à casa para confessar à sua família e receber o castigo.

São Paulo

  • Galeria Olido
    31/10/2014 às 19h
    Av. São João, 473 — Centro, São Paulo
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão
  • O Preço do Perdão

O Preço do Perdão

Le Prix du pardon (França, Senegal 2001). De Mansour Sora Wade. Com Alioune Ndiaye, Dienaba Niang, Gora Seck, Hubert Koundé, James campbell, Rokhaya Niang, Thierno Ndiaye Doss. Em cores/90’.

Sinopse, São Paulo

31 Out 2014

Sinopse

Um espesso nevoeiro cobre há vários dias uma aldeia da costa sul do Senegal, e impede as pirogas de entrar no mar. O velho religioso da aldeia está moribundo e não pode executar os ritos. Seu filho de 20 anos, Mbanik ganha a confiança da população e cativa a jovem Maxoye. Mas seu sucesso desperta a inveja de Yatma, seu amigo de infância... * Tanit de Ouro Cartago 2002 *

São Paulo

  • Galeria Olido
    31/10/2014 às 15h
    Av. São João, 473 — Centro, São Paulo
  • Rastros, Pegadas de Mulher
  • Rastros, Pegadas de Mulher
  • Rastros, Pegadas de Mulher
  • Rastros, Pegadas de Mulher
  • Rastros, Pegadas de Mulher

Rastros, Pegadas de Mulher

Traces, empreintes de femmes (Bélgica, Burkina Fasso, França, Senegal 2003). De Katy Léna Ndiaye. Em cores/52’.

Sinopse, São Paulo

31 Out 2014

Sinopse


As pinturas murais das mulheres kassenas de Burkina Faso, perto da fronteira com Gana, são famosas pela beleza do traçado e pela harmonia de cor. Interessada no assunto, Katy Léna Ndiaye escolhe comparar tradição e modernidade, através do retrato de três anciãs e da "neta" que elas iniciam nas técnicas ancestrais. Ela realiza um filme com maestria estética, verdadeiro retrato de uma comunidade artística, por onde se discute a transmissão de ensinamentos, a educação e a memória numa África em mutação.

São Paulo

  • Galeria Olido
    31/10/2014 às 15h
    Av. São João, 473 — Centro, São Paulo
  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco
  • Eu e meu Branco

Eu e meu Branco

Moi et mon Blanc (Burkina Fasso, França, Suécia 2003). De Pierre Yameogo. Com Abdoulaye Komboudri, Anne Roussel, Bruno Predebon, Micheline Compaoré, Pierre Loup Rajot, Ray Ainsi Lema, Samuel Poirier, Serge Bayala. Em cores/90’.

Sinopse, São Paulo

01 Nov 2014

Sinopse

Mamadi, estudante de Burkina Faso, e Frank, jovem francês, trabalham como vigias da noite num estacionamento. Através das telas do equipamento de segurança acompanham as idas e vindas, a prostituição e o tráfico de drogas que acontece entre o movimento dos automóveis. Uma noite, Mamadi descobre um embrulho abandonado, com drogas e dinheiro, e decidem ficar com ele, mas são perseguidos pelos donos... escondem-se um tempo na casa de Frank, depois voam para Ouagadougou... Nessa aventura, cada um deles vai descobrir o mundo do outro.

São Paulo

  • Galeria Olido
    01/11/2014 às 15h
    Av. São João, 473 — Centro, São Paulo
  • Férias em Casa
  • Férias em Casa
  • Férias em Casa
  • Férias em Casa

Férias em Casa

Vacances au Pays (Camarões, França 2000). De Jean-Marie Teno. Em cores/75’.

Sinopse, São Paulo

01 Nov 2014

Sinopse


Em 1998, Jean-Marie Teno volta, durante o verão, à terra de sua infância, nos Camarões. De Yaoundé, cidade grande, até Badjoun, aldeia onde passava as férias na infância, a viagem lhe permite fazer inventário irônico da situação do país. Ao sabor dos encontros, o autor denuncia a incompetência da administração e o fascínio pela modernidade importada da Europa, que não se adapta à África e suas tradições. “A escola nos ensinou a desprezar os símbolos de nossa cultura e a palavra de nossos avós” lastima ele. À procura de um novo modelo para a África, sonha com uma modernidade a serviço da maioria, que permita ao país reconciliar-se com sua cultura.

São Paulo

  • Galeria Olido
    01/11/2014 às 18h15
    Av. São João, 473 — Centro, São Paulo
  • Tasuma, O Fogo
  • Tasuma, O Fogo
  • Tasuma, O Fogo
  • Tasuma, O Fogo
  • Tasuma, O Fogo

Tasuma, O Fogo

Tasuma, le feu (Burkina Fasso, França 2003). De Kollo Daniel Sanou. Com Aï Keita, Khalil Raoul Besani, Mamadou Zerbo, Noufou Ouedraogo, Safiatou Sanou, Serge Henri, Sonia Karen Sanou, Stanislas Sore. Em cores/90’.

Sinopse, São Paulo

02 Nov 2014

Sinopse

Sogo Sanon, codinome Tasuma, é um antigo atirador que lutou com o exército francês na Indochina e na Argélia. Tasuma espera ganhar sua pensão de aposentadoria depois de vários anos de espera. Quando vai a Bobo para receber encontra seu amigo Khalil, famoso comerciante libanês. Compra dele um moinho a crédito, certo de receber a pensão, querendo ajudar as mulheres da aldeia. Quando volta é recebido como herói. Mas a pensão não chega apesar dos esforços de Tasuma.

São Paulo

  • Galeria Olido
    02/11/2014 às 15h
    Av. São João, 473 — Centro, São Paulo