Mostra Agnès Varda - O Movimento perpétuo do olhar

Mostra Agnès Varda - O Movimento perpétuo do olhar


22/08 a 24/09/2006

Uma retrospectiva integral que reúne 18 longas-metragens e 15 curtas da voz feminina da Nouvelle Vague.

O Centro Cultural Banco do Brasil, a Embaixada da França e a Estação apresentam essa mostra que viajará através três cidades: São Paulo (22 de agosto a 10 de setembro), Rio de Janeiro (1 a 10 de setembro) e Brasília (12 a 24 de setembro).

Ordenar por: título | data de exibição | cidade

Programação

As "Garotas românticas" fizeram 25 anos

As "Garotas românticas" fizeram 25 anos

Les Demoiselles ont eu 25 ans (França 1993). De Agnès Varda. Com Catherine Deneuve, Jacques Perrin, Michel Legrand. Em cores/63’.

Sinopse, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília

Sinopse

A lembrança da felicidade talvez seja também felicidade... Em Rochefort, em 1966, Jacques Demy rodou As Garotas Românticas (Les Demoiselles de Rochefort). Em 1992, a cidade fez uma grande festa para comemorar os 25 anos das Garotas Românticas. Misturando imagens dos dois verões, indo de uma festa de cinema a uma festa em honra do cinema, Agnès Varda rodou um documentário bastante colorido, no qual encontram-se os pitorescos habitantes de Rochefort, os amigos do filme, Catherine Deneuve, Jacques Perrin e as antigas crianças-figurantes, já crescidas, além das árvores de tília da Praça Colbert. Seleção Oficial do Festival de Cannes 1993, Mostra Un certain regard Placa de Ouro no Festival de Chicago 1993

Rio de Janeiro

  • Odeon Petrobras
    31/12/1969
    Cinelândia - Praça Mahatma Gandhi, 2 — Centro, Rio de Janeiro

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    03/09/2006 às 17:00
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo

Brasília

  • CCBB Brasília
    17/09/2006 às 19:00
    SCES - Trecho 2 - Lote 22, Brasília
As Duas Faces da Felicidade

As Duas Faces da Felicidade

Le Bonheur (França 1964). De Agnès Varda. Com Christian Riehl, Claire Drouot, Jean-Claude Drouot, Manon Lanclos, Marc Eyraud, Marcelle Favre-Bertin, Marie-France Pisier, Paul Vecchiali, Sandrine Drouot, Sylvia Saurel. Em cores/82’.

Sinopse, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília

Sinopse

Um carpinteiro ama sua mulher, seus filhos e a natureza. Em seguida, ele encontra uma outra mulher, funcionária dos correios, que adiciona felicidade à sua felicidade. Sempre apaixonado por sua mulher, ele não quer se privar, nem se esconder, nem mentir. Um dia, durante um piquenique em Ile de France, o drama se mescla às delícias: a esposa se afoga num lago. O carpinteiro e a funcionária dos correios viverão juntos e criarão as crianças. Eles farão um piquenique, mas já é outono. O amor é algo natural? Onde começa o moralismo? Quem precisa da verdade? O filme, com as cores sensuais do Impressionismo, é venenoso como um belo fruto bichado e cruel como a música de Mozart. Prêmio Louis Delluc 1965 Urso de Prata no Festival de Berlim 1965 Premio David O. Selznick 1966

Rio de Janeiro

  • Odeon Petrobras
    31/12/1969
    Cinelândia - Praça Mahatma Gandhi, 2 — Centro, Rio de Janeiro

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    10/09/2006 às 19:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo

Brasília

  • CCBB Brasília
    16/09/2006 às 19:00
    SCES - Trecho 2 - Lote 22, Brasília
  • CCBB Brasília
    24/09/2006 às 21:00
    SCES - Trecho 2 - Lote 22, Brasília
  • As Tais Cariátides
  • As Tais Cariátides
  • As Tais Cariátides
  • As Tais Cariátides

As Tais Cariátides

Les Dites cariatides (França 1984). De Agnès Varda. Em preto e branco/13’.

Sinopse, São Paulo

24 Ago 2006

Sinopse


De frente para o mar, uma cabra, uma criança e um homem. Trata-se de uma fotografia feita por Agnès Varda, em 1954: a cabra estava morta, a criança se chamava Ulisses e o homem estava nu. A partir desta imagem fixa, o filme explora o que poderia existir entre o imaginário e o real. Flertando com a memória, pode-se deparar com ossos.
* Seleção Oficial no Festival de Cannes 1983;
* Mostra Un certain regard;
* César 1984 de Melhor Documentário em curta-metragem *.

DVD 3 da coleção "Varda - Todos os Curtas" - Les Courts "Parisiens".

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    24/08/2006 às 19:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo
  • Prazer Amoroso no Irã
  • Prazer Amoroso no Irã
  • Prazer Amoroso no Irã
  • Prazer Amoroso no Irã

Prazer Amoroso no Irã

Plaisir d'amour en Iran (França 1976). De Agnès Varda. Com Ali Raffi, Thérèse Liotard, Valerie Mairesse. Em cores/6’.

Sinopse, São Paulo

24 Ago 2006

Sinopse


Como falar de amor levando o olhar em direção às mesquitas, ou falar de arquitetura no buraco do travesseiro? Este curta-metragem é uma variação sobre as reviravoltas amorosas de Pomme e Ali Darius. Mas pode ser também o delírio de qualquer casal apaixonado, em lugares tão perfeitos quanto a Mesquita do Rei, em Ispahan, ponto de convergência entre arte sacra e arte profana. Curta-metragem produzido como complemento ao longa Uma canta, a outra não.
DVD 1 da coleção "Varda - Todos os Curtas" - Les Courts "Turistiques".

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    24/08/2006 às 19:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo

Uma canta, a outra não

L'une Chante, L'autre Pas (França 1976). De Agnès Varda. Com Ali Raffi, Francis Lemaire, François Wertheimer, Jean-Pierre Pellegrin, Robert Dadies, Thérèse Liotard, Valerie Mairesse. Em cores/120’.

Sinopse, São Paulo

25 Ago 2006

Sinopse

Duas jovens vivem em Paris em 1962: Pauline, 17 anos, é estudante e sonha em largar sua família para virar cantora. Suzanne, 22 anos, ocupa-se de seus dois filhos. Elas se separam e, cada uma de sua parte, continuam sua batalha diária. Elas se reencontram dez anos depois, numa manifestação. Suzanne trabalha num escritório de planejamento familiar e Pauline tornou-se cantora. O destino irá uni-las novamente mais tarde, em 1976, quando elas já terão experimentado a frase de Simone de Beauvoir que conclui os créditos do filme: “Mulher não se nasce, torna-se.” Grande prêmio do Festival de Taormina 1977

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    25/08/2006 às 14:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo

Daguerreótipos

Daguerréotypes (França 1975). De Agnès Varda. Com Rosalie Varda. Em cores/80’.

Sinopse, São Paulo

26 Ago 2006

Sinopse

“Daguerreótipos não é um filme sobre a rua Daguerre, pitoresca rua do 14o distrito de Paris, mas sobre um pedacinho desta rua, entre os números 70 e 90: um documento modesto e local sobre alguns pequenos comerciantes, um olhar atento sobre a maioria silenciosa, um álbum de bairro: são os retratos stéreo-daguerreotipados, arquivos para os arqueo-sociólogos do ano 2975. Enfim, é a minha Ópera-Daguerre.” (Agnès Varda) Indicado ao Oscar 1975, na categoria Documentário de longa-metragem Prêmio dos Cinemas de Arte e Ensaio 1975

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    26/08/2006 às 14:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo
  • Os Renegados
  • Os Renegados
  • Os Renegados
  • Os Renegados
  • Os Renegados

Os Renegados

Sans toit ni loi (França 1985). De Agnès Varda. Com Macha Meril, Sandrine Bonnaire, Stéphane Freiss, Yolande Moreau. Em cores/105’.

Sinopse, São Paulo

26 Ago 2006

Sinopse


Uma jovem andarilha morre de frio: apenas mais uma notinha de jornal. Teria sido morte natural? Seria um caso policial ou social? O que poderíamos saber dela e como reagiriam aqueles que cruzaram seu caminho? A câmera se cola a Mona, perscrutando sua errância, uma errância obrigada, pois as portas se fecham para ela. Ela vaga, arma sua tenda, dorme com um, não dorme com outro... Retoma a estrada, pára, parte novamente: breves encontros, desesperança, vinho, solidão, frio. Ela cai num fosso, estremece, choraminga... vem a noite e a manhã é gélida.
* Leão de Ouro no Festival de Veneza 1985 *;
* Prêmio da Crítica Internacional/Fipresci 1985 *;
* Prêmio Georges Méliès 1985 *;
* César de Melhor Atriz a Sandrine Bonnaire *;
* Prêmio do Ofício Católico de Cinema 1985 *;
* Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro pela Associação de Críticos Americanos 1986 *;
* Melhor Filme e Melhor Direção (júri jovem) do Festival de Bruxelas 1986 *;
* Melhor Filme no Festival Internacional de Durban (África do Sul) 1987 *.

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    26/08/2006 às 19:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo
  • Saudações, Cubanos!
  • Saudações, Cubanos!
  • Saudações, Cubanos!

Saudações, Cubanos!

Salut les Cubains (França 1963). De Agnès Varda. Em preto e branco/30’.

Sinopse, São Paulo

30 Ago 2006

Sinopse


Agnès Varda traz de Cuba mil e oitocentas fotos em preto e branco, e faz com elas um documentário didático e divertido. Fidel e os músicos, socialismo e chá-chá-chá.
* Pomba de Prata no Festival de Leipzig *;
* Medalha de Bronze na 15a Mostra Internacional do Filme Documentário de Veneza 1964 *.

DVD 2 da coleção "Varda - Todos os Curtas" - Cinevardaphoto.

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    30/08/2006 às 19:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo
  • Ulisses
  • Ulisses
  • Ulisses

Ulisses

Ulysse (França 1982). De Agnès Varda. Em cores/22’.

Sinopse, São Paulo

30 Ago 2006

Sinopse


De frente para o mar, uma cabra, uma criança e um homem. Trata-se de uma fotografia feita por Agnès Varda, em 1954: a cabra estava morta, a criança se chamava Ulisses e o homem estava nu. A partir desta imagem fixa, o filme explora o que poderia existir entre o imaginário e o real. Flertando com a memória, pode-se deparar com ossos.
* Seleção oficial no Festival de Cannes 1983, Mostra Un certain regard - César 1984 do Melhor Documentário em curta-metragem * -
DVD 2 da coleção "Varda - Todos os Curtas" - Cinevardaphoto.

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    30/08/2006 às 19:30
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo

Uma canta, a outra não

L'une Chante, L'autre Pas (França 1976). De Agnès Varda. Com Ali Raffi, Francis Lemaire, François Wertheimer, Jean-Pierre Pellegrin, Robert Dadies, Thérèse Liotard, Valerie Mairesse. Em cores/120’.

Sinopse, São Paulo

31 Ago 2006

Sinopse

Duas jovens vivem em Paris em 1962: Pauline, 17 anos, é estudante e sonha em largar sua família para virar cantora. Suzanne, 22 anos, ocupa-se de seus dois filhos. Elas se separam e, cada uma de sua parte, continuam sua batalha diária. Elas se reencontram dez anos depois, numa manifestação. Suzanne trabalha num escritório de planejamento familiar e Pauline tornou-se cantora. O destino irá uni-las novamente mais tarde, em 1976, quando elas já terão experimentado a frase de Simone de Beauvoir que conclui os créditos do filme: “Mulher não se nasce, torna-se.” Grande prêmio do Festival de Taormina 1977

São Paulo

  • CCBB São Paulo
    31/08/2006 às 17:00
    Rua Alvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo