As Duas Faces da Felicidade

As Duas Faces da Felicidade

Le Bonheur (França 1964).

De Agnès Varda. Com Christian Riehl, Claire Drouot, Jean-Claude Drouot, Manon Lanclos, Marc Eyraud, Marcelle Favre-Bertin, Marie-France Pisier, Paul Vecchiali, Sandrine Drouot, Sylvia Saurel. Em Cores/82’.

Um carpinteiro ama sua mulher, seus filhos e a natureza. Em seguida, ele encontra uma outra mulher, funcionária dos correios, que adiciona felicidade à sua felicidade. Sempre apaixonado por sua mulher, ele não quer se privar, nem se esconder, nem mentir. Um dia, durante um piquenique em Ile de France, o drama se mescla às delícias: a esposa se afoga num lago. O carpinteiro e a funcionária dos correios viverão juntos e criarão as crianças. Eles farão um piquenique, mas já é outono. O amor é algo natural? Onde começa o moralismo? Quem precisa da verdade? O filme, com as cores sensuais do Impressionismo, é venenoso como um belo fruto bichado e cruel como a música de Mozart. Prêmio Louis Delluc 1965 Urso de Prata no Festival de Berlim 1965 Premio David O. Selznick 1966

Presente no festival