La Pointe Courte

(França 1954).

De Agnès Varda. Com Philippe Noiret, Silvia Monfort. Em Preto e branco/89’.

“Um homem e uma mulher estão a ponto de se separar, após quatro anos de vida em comum. O homem passa férias em seu vilarejo natal, uma aldeia de pescadores próxima a Sète, chamada Pointe Courte. A mulher vem juntar-se a ele, antes da provável separação definitiva. Ambos passeiam, sonham com seu passado, confrontam seus sentimentos, numa busca incerta por si próprios. No entanto, em torno deles, misteriosamente indiferentes e solitários, os pescadores seguem sua vida entre a coleta de mariscos nos mangues e a ameaça dos funcionários do controle de higiene. Uma criança morre, um casal se casa e nos dias de festa, há competições sobre os canais de Sète. O casal tece seu próprio destino nesta trama humana e, ao final desta busca onírica, eles estarão novamente reunidos” (Andre Bazin) Prêmio L’Age d’or em Bruxelas, 1955 Grande prêmio do filme de vanguarda de Paris, 1955

Presente no festival