Agnès Varda

Agnès Varda

(1928)

Biografia

Nascida em Bruxelas, filha de pai grego e com 4 irmãos, Agnès Varda é uma cineasta e roteirista radicada na França. Seu primeiro diploma foi em fotografia, sua grande paixão. Ela é viúva do cineasta francês Jacques Demy. Juntos eles tiveram um filho, o ator  o ator Mathieu Demy, que atuou em alguns dos filmes de seus pais, como Kung-fu Master e Documenteur, dentre outros, e uma filha chamada Rosalie Varda, que seguiu a carreira de figurinista, tendo atuado apenas em três filmes, sendo dois de seu pai e um de sua mãe.
Ela já realizou curtas, longas, ficções e documentários.

Agnès Varda foi membro do júri no Festival de Veneza em 1983 e no Festival de Cannes em 2005. Ela ganhou ainda um César d'honneur pelo conjunto de sua obra em 2001.




Participação nos filmes

Curtas Parisienses de Agnès Varda

Curtas Parisienses de Agnès Varda

(França 1960). De Agnès Varda. Em cores/’.

Sinopse

Sinopse

As tais caritides - A ópera Mouffe - Elsa, a rosa- O leão volátil - Você tem belas escadarias, sabia? - Os amantes da ponte Mac Donald

Daguerreótipos

Daguerréotypes (França 1975). De Agnès Varda. Com Rosalie Varda. Em cores/80’.

Sinopse

Sinopse

“Daguerreótipos não é um filme sobre a rua Daguerre, pitoresca rua do 14o distrito de Paris, mas sobre um pedacinho desta rua, entre os números 70 e 90: um documento modesto e local sobre alguns pequenos comerciantes, um olhar atento sobre a maioria silenciosa, um álbum de bairro: são os retratos stéreo-daguerreotipados, arquivos para os arqueo-sociólogos do ano 2975. Enfim, é a minha Ópera-Daguerre.” (Agnès Varda) Indicado ao Oscar 1975, na categoria Documentário de longa-metragem Prêmio dos Cinemas de Arte e Ensaio 1975
  • Do Lado da Riviera
  • Do Lado da Riviera
  • Do Lado da Riviera
  • Do Lado da Riviera

Do Lado da Riviera

Du côté de la côte (França 1958). De Agnès Varda. Em cores/24’.

Sinopse

Sinopse


Visita turística e documentária ao longo da Riviera Francesa, enfatizando o exotismo, as cores do turismo, do carnaval e do paraíso: com uma ilha e guarda-sóis que se fecham no final, ao som de uma bela canção de Delerue.
* Prêmio de Filme de turismo, em Bruxelas 1959. *
DVD 1 da coleção "Varda - Todos os Curtas" - Les Courts "Turistiques".

Documentira

Documentira

Documenteur (França 1980). De Agnès Varda. Com Barry Farell, Charles Southwood, Chris Leplus, Gary Feldman, Lisa Blok, Mathieu Demy, Sabine Mamou, Tina Odom, Tom Taplin. Em cores/63’.

Sinopse

Sinopse

Em Los Angeles, Emilie, uma francesa separada do homem que ama, procura um lugar pra morar com seu filho de 8 anos, Martin. Após encontrar moradia, ela recupera móveis de segunda mão largados pela rua, mas seu transtorno é expresso mais pelas pessoas que a observam que por ela mesma, que vive silenciosamente, num múltiplo exílio. Filme-gêmeo de Muros e murmúrios.

Dois anos depois

Deux Ans Après (França 2002). De Agnès Varda. Em cores/63’.

Sinopse

Sinopse

Dois anos depois de Os Catadores e eu, o que teria acontecido com as pessoas filmadas em 2000? Os espectadores certamente gostariam de revê-las. Os efeitos do primeiro filme, as cartas recebidas por Agnès e suas reações a elas, os novos encontros, inclusive com aqueles que ela já tinha encontrado antes. E ainda, as batatas em forma de coração.
  • Elsa, a Rosa
  • Elsa, a Rosa
  • Elsa, a Rosa

Elsa, a Rosa

Elsa la Rose (França 1965). De Agnès Varda. Em preto e branco/20’.

Sinopse

Sinopse


Imagens e poemas em torno de um célebre casal: Louis Aragon e Elsa Triolet. A juventude de Elsa é contada por Aragon e comentada por Elsa.
DVD 3 da coleção "Varda - Todos os Curtas" - Les Courts "Parisiens".

  • Jacquot de Nantes
  • Jacquot de Nantes
  • Jacquot de Nantes
  • Jacquot de Nantes

Jacquot de Nantes

(França 1991). De Agnès Varda. Com Édouard Joubeaud, Laurent Mounier, Philippe Maron. Em cores/118’.

Sinopse

Sinopse

França, 1939. O jovem Jacquot, de apenas oito anos, adora todo tipo de espetáculo: cinematográfico, teatral e até mesmo de marionetes. Impulsionado pelos pais, um dono de garagem e uma cabeleireira, ele adquire uma pequena câmera e começa a rodar seus próprios filmes.
* Seleção oficial do Festival de Cannes 1991 (fora de competição).

FICHA PEDAGÓGICA :
Baixar a ficha professor
Indicação: Educação Infantil

Jane B. por Agnès V

Jane B. par Agnes V. (França 1986). De Agnès Varda. Com Agnès Varda, Alain Souchon, Charlotte Gainsbourg, Farid Chopel, Henri Piednoir, Ian Marshall, James Milliard, Jane Birkin, Jean-Pierre Léaud, Laura Betti, Mathieu Demy, Monique Godard, Pascale Torsat, Philippe Leotard. Em cores/97’.

Sinopse

Sinopse

O filme é um retrato-cinematográfico, no qual descobre-se Jane Birkin sob várias facetas, em todos seus estados e em diferentes estações, como ela mesma ou como outras Jane: d’Arc, Calamity Jane, a Jane do Tarzan e a Jane do Gainsbourg. Mulher de mil reflexos, ela muda de cara e de papel para divertir-se com Agnès, que a rodeia, disfarçando-a ao propor ficções ou homenagens: Marilyn, Laurel. Um retrato semeado de mini-ficções, uma ficção semeada de mini-confidências de Jane B., no melhor de sua forma, em livre diálogo com quem a filma, Agnès V.

La Pointe Courte

(França 1954). De Agnès Varda. Com Philippe Noiret, Silvia Monfort. Em preto e branco/89’.

Sinopse

Sinopse

“Um homem e uma mulher estão a ponto de se separar, após quatro anos de vida em comum. O homem passa férias em seu vilarejo natal, uma aldeia de pescadores próxima a Sète, chamada Pointe Courte. A mulher vem juntar-se a ele, antes da provável separação definitiva. Ambos passeiam, sonham com seu passado, confrontam seus sentimentos, numa busca incerta por si próprios. No entanto, em torno deles, misteriosamente indiferentes e solitários, os pescadores seguem sua vida entre a coleta de mariscos nos mangues e a ameaça dos funcionários do controle de higiene. Uma criança morre, um casal se casa e nos dias de festa, há competições sobre os canais de Sète. O casal tece seu próprio destino nesta trama humana e, ao final desta busca onírica, eles estarão novamente reunidos” (Andre Bazin) Prêmio L’Age d’or em Bruxelas, 1955 Grande prêmio do filme de vanguarda de Paris, 1955
  • Loin du Vietnam
  • Loin du Vietnam

Loin du Vietnam

(França 1967). De Agnès Varda, Alain Resnais, Chris Marker, Claude Lelouch, Jean-Luc Godard, Joris Ivens, William Klein. Em cores/115’.

Sinopse

Sinopse

Supervisionado pelo cineasta Chris Marker (1921-2012), Loin du Vietnam foi rodado por um coletivo de diretores e técnicos, entre eles Jean-Luc Godard, Agnès Varda e Alain Resnais. Trata-se de um manifesto contra a Guerra do Vietnã e os americanos, em favor dos vietnamitas. Segundo Marker, “se algum dia um filme francês mereceu ser chamado coletivo, foi bem este, a ponto de perguntarmos, durante sua realização, quem fazia o quê”.