Alain Gomis

Biografia

<span lang="pt" class="long_text" id="result_box"><span class="hps">Alain</span> <span class="hps">Gomis</span> <span class="hps">nasceu em</span> <span class="hps">Paris</span> <span class="hps">em 1972</span> <span class="hps">de mãe francesa</span> <span class="hps">e pai</span> <span class="hps">senegalês.</span> <span class="hps">Dirigiu</span> <span class="hps">vários curtas-metragens</span> <span class="hps">antes de</span> <span class="hps">filmar seu</span> <span class="hps">primeiro longa-metragem</span> <span class="hps atn">L'</span><span class="">Afrance</span> <span class="hps">em 2001</span><span class="">, que ganhou</span> <span class="hps">prêmios, incluindo</span> <span class="hps">o prêmio do júri</span> <span class="hps">ecumênico</span> <span class="hps alt-edited">e o leopardo</span> <span class="hps">de prata em</span> <span class="hps">Locarno.</span> <span class="hps">Tey</span> <span class="hps alt-edited">é o terceiro filme de</span> <span class="hps alt-edited"></span> <span class="hps">Alain</span><span class="">, e</span> <span class="hps">estreou</span> <span class="hps">durante o</span> <span class="hps">Festival</span> <span class="hps">de Cinema de Berlim</span><span>.</span></span>




Participação nos filmes

  • Andalucia
  • Andalucia
  • Andalucia
  • Andalucia

Andalucia

(França 2008). De Alain Gomis. Com Samir Guesmi. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse

Filho de imigrantes magrebinos, Yacine leva uma vida livre em meio a constantes escapadas, sempre fugindo das amarras comunitárias. Ele vive numa caravana próxima à periferia de Paris, errando entre um trabalho temporário e outro. Uma série de encontros casuais o conduzirão a Andalucia, após uma pequena parada em Toledo.
  • Félicité
  • Félicité
  • Félicité

Félicité

(Alemanha, Bélgica, França, Líbano, Senegal 2017). De Alain Gomis. Com Papi Mpaka, Véronique Beya Mputu. Em cores/123’. Classificação etária Livre .

Sinopse

Sinopse

Félicité, livre e orgulhosa, é cantora da noite de um bar em Kinshasa. Sua vida muda quando seu filho de 14 anos se torna vítima de um acidente de moto. Para salvá-lo, ela embarca em uma corrida frenética pelas ruas de uma Kinasha elétrica. Um mundo de música e sonhos.
  • Hoje
  • Hoje
  • Hoje

Hoje

Aujourd'hui (França, Senegal 2012). De Alain Gomis. Com Aïssa Maiga, Anisia Uzeyman, Saul Williams. Em cores/86’.

Sinopse

Sinopse


Um cativante retrato, visualmente exuberante e poético, do Senegal através de um dia na vida de um homem que aguarda sua sentença de morte por um julgamento. Ele então decide fazer do seu último dia, o melhor de todos..

  • Pequena luz
  • Pequena luz
  • Pequena luz
  • Pequena luz

Pequena luz

Petite lumière (França, Senegal 2013). De Alain Gomis. Com Djolof Mbengue, Assy Fall, Thierno Ndiaye Doss. Em cores/15’.

Sinopse

Sinopse

Em Dakar, no Senegal, Fatima e uma pequena menina de 8 anos. Abrindo e fechando a geladeira, ela se pergunta se a luz continua acesa depois que a porta fecha...Ela descobre que não. Em seguida, Fatima desce a rua, fecha os olhos, então os fecha e então os abre de novo...As pessoas ainda existem quando seus olhos estão fechados?