Balla Moussa Keita



Participação nos filmes

  • A Gênesis
  • A Gênesis
  • A Gênesis

A Gênesis

La Genèse (Mali 1999). De Cheick Oumar Sissoko. Com Balla Moussa Keita, Sotigui Kouyate. Em cores/99’.

Sinopse

Sinopse

Inspirado no livro sagrado do Gênesis, este filme conta a luta de poder entre duas famílias: um clã de pastores liderado por Jacob e outro clã de caçadores liderado por seu irmão Esaú. Pego no fogo cruzado está seu primo Hamor, e sua tribo de agricultores.

  • Baara
  • Baara
  • Baara

Baara

(França, Mali 1978). De Souleymane Cissé. Com Baba Niaré, Balla Moussa Keita, Boubacar Keïta. Em cores/93’.

Sinopse

Sinopse

Um jovem camponês maliano trabalha como 'baara', isto é: carregador de bagagens em Bamaco. Um dia, faz amizade com um jovem engenheiro. Este passa a protegê-lo, ajudá-lo nos seus problemas com a polícia, e consegue um emprego para ele na fábrica. O engenheiro, que estudou na Europa, tenta aliciar suas suas ideias liberais dentro da fábrica. Ele se opõe ao sindicato "da casa" submisso ao patrão, e entra em conflito com diretoria da fábrica. * Vencedor do Etalon de Yennenga/Fespaco 1979 * * Vencedor do Tanit d'Argent em Cártago 1979 * * Grande Prêmio do Festival des 3 continents, Nantes 1979 * * Grande Prêmio de Fotografia em Locarno 1979 *

  • Finyé
  • Finyé
  • Finyé
  • Finyé
  • Finyé

Finyé

(França, Mali 1982). De Souleymane Cissé. Com Balla Moussa Keita, Ismaïla Sar, Oumou Diarra. Em cores/105’.

Sinopse

Sinopse


Dois adolescentes malinenses, Bah e batrou, oriundos de classes sociais diferentes, se encontram no liceu. Bah é o descendente de um grande chefe tradicional. O pai de Batrou, governador militar, representa o novo poder. Ambos os adolescentes pertecem a uma geração que recusa a ordem estabelecida e põe em questão a sociedade.
* Ganhador do Etalon de Yennenga, Fespaço 1983 *

  • Guimba
  • Guimba

Guimba

(França 1995). De Cheick Oumar Sissoko. Com Balla Moussa Keita, Falaba Issa Traoré. Em cores/93’.

Sinopse

Sinopse

Sitakili, uma cidade do Sahel, vive sob a dominação de um homem, Guimba Dunbaya e seu filho Janguiné. Kani Coulibaly é noiva de Janguiné desde que nasceu. Ela é agora uma bela moça, muito cortejada, mas nenhum pretendente ousa declarar-se, de tão grande o terror imposto por Guimba. Durante uma visita de cortesia a Kani, Janguiné apaixona-se por Meya, a mãe de sua noiva, e quer casa com ela. Para satisfazer o capricho do filho, Guimba expulsa Mambi, marido de Meya. Este refugia-se em uma aldeia de caçadores e organiza a revolta contra o tirano. *Ganhador do Etalon de Yennenga* *Prêmio de melhores Figurino e Decoração, Fespaco 1995*