Gael Garcia Bernal



Participação nos filmes

  • Até a chuva
  • Até a chuva
  • Até a chuva
  • Até a chuva
  • Até a chuva

Até a chuva

También la lluvia (Espanha, França, México 2010). De Iciár Bollaín. Com Gael Garcia Bernal. Em cores/103’.

Sinopse

Sinopse


Dois amigos estão rodando um filme na Bolívia: o diretor Sebastián quer contar a verdadeira história de Cristóbal Colón, uma história longe da versão oficial que aparece nos livros sobre o assunto. Enquanto a equipe grava o controverso filme em Cochabamba, a população local se une contra os planos de privatização do fornecimento de água.

  • Diários de Motocicleta
  • Diários de Motocicleta
  • Diários de Motocicleta

Diários de Motocicleta

The Motorcycle Diaries (Brasil, Chile, Estados Unidos, França, Peru 2003). De Walter Salles. Com Gael Garcia Bernal. Em cores/126’.

Sinopse

Sinopse

Che Guevara era um jovem estudante de Medicana que, em 1952, decide viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado. A viagem é realizada em uma moto, que acaba quebrando após 8 meses. Eles então passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, sempre conhecendo novos lugares. Porém, quando chegam a Machu Pichu, a dupla conhece uma colônia de leprosos e passam a questionar a validade do progresso econômico da região, que privilegia apenas uma pequena parte da população.
  • El Ardor
  • El Ardor
  • El Ardor
  • El Ardor

El Ardor

(Argentina, Brasil, Estados Unidos, França, México 2014). De Pablo Fendrik. Com Alice Braga, Gael Garcia Bernal. Em cores/101’.

Sinopse

Sinopse

O xamã Kaí testemunha o brutal ataque de forasteiros a uma fazenda de fumo e passa a seguir de perto os criminosos em fuga e boicotá-los, determinado a salvar herdeira das terras, levada como refém.
No

No

(Chile, Estados Unidos, França 2012). De Pablo Larraín. Com Gael Garcia Bernal. Em cores/115’.

Sinopse

Sinopse


Quando o ditador chileno Augusto Pinochet, diante da pressão internacional, convoca um referendo sobre o seu mandato em 1988, os líderes da oposição convencem o jovem publicitário René Saavedra a liderar sua campanha. Com pouquíssimos recursos e permanente vigilância dos guardas de Pinochet, Saavedra e sua equipe criam um audacioso plano para vencer a eleição e libertar seu país da opressão.

O paraíso deve ser aqui

O paraíso deve ser aqui

It must be heaven (França, Qatar 2019). De Elia Suleiman. Com Ali Suleiman , Elia Suleiman, Gael Garcia Bernal. Em cores/97’.

Sinopse

Sinopse

Elia Suleiman deixa a Palestina em busca de um novo lar, apenas para encontrar em todo lugar os mesmos problemas. A promessa de uma nova vida se transforma em uma comédia de erros e em situações inusitadas com a policia, a modernidade e o preconceito. Por mais longe que ele vá, de Paris a Nova York, algo sempre o lembra de sua terra natal.
Sem Notícias de Deus

Sem Notícias de Deus

Sin Noticias de Dios (Espanha, França, Itália, México 2001). De Augustin Díaz Yanes. Com Fanny Ardant, Gael Garcia Bernal, Penelope Cruz, Victória Abril. Em cores/107’.

Sinopse

Sinopse

O começo de século revela uma dura realidade aos dirigentes do céu. Não há almas capacitadas a entrar no paraíso e o esvaziamento é uma realidade. O inferno, por sua vez, vive situação inversa: está cheio de candidatos. A mãe de um boxeador mexicano com passado comprometedor pede que os serviços do bem salvem a alma do filho. Os dirigentes do céu enviam o melhor anjo para a missão, que se encarna em Lola, a mulher do boxeador. Só que os serviços de inteligência do inferno detectam a missão e seus dirigentes não aceitam perder a disputa por essa alma. Mesmo atravessando problemas de superpopulação, enviam um representante de grande experiência (a lindíssima garçonete Carmen) para neutralizar as ações de Lola. Afinal, a avareza é um dos pecados capitais e, quanto mais se tem, mais se quer.
  • Sonhando Acordado
  • Sonhando Acordado
  • Sonhando Acordado
  • Sonhando Acordado
  • Sonhando Acordado

Sonhando Acordado

The science of Sleep (França, Itália 2006). De Michel Gondry. Com Miou-Miou, Alain Chabat, Charlotte Gainsbourg, Gael Garcia Bernal, Pierre Vaneck. Em cores/106’.

Sinopse

Sinopse


Stephane Miroux vê seus sonhos invadirem constantemente a vida real. Quando dorme, se transforma no carismático apresentador do programa “Stephane TV”, explicando sua “ciência dos sonhos” na frente das câmeras de papelão. Na vida real, tem um trabalho chato numa editora de calendários em Paris. Flerta com a vizinha Stephanie, mas a moça não está disposta a encarar alguém como ele. Guy, colega de trabalho de Stephane, até tenta ajudá-lo na conquista, mas nada funciona. Incapaz de chegar ao coração de Stephanie na vida real, Stephane procurará as respostas em seus sonhos.

  • Sonhando Mesmo Acordado
  • Sonhando Mesmo Acordado
  • Sonhando Mesmo Acordado

Sonhando Mesmo Acordado

La science des rêves (França, Itália 2005). De Michel Gondry. Com Alain Chabat, Charlotte Gainsbourg, Gael Garcia Bernal. Em cores/105’. Classificação etária Livre.

Sinopse

Sinopse

Stephane Miroux vê seus sonhos invadirem constantemente a vida real. Quando dorme, se transforma no carismático apresentador do programa “Stephane TV”, explicando sua “ciência dos sonhos” na frente das câmeras de papelão. Na vida real, tem um trabalho chato numa editora de calendários em Paris.