Grégoire Colin



Participação nos filmes

  • 35 Doses de Rum
  • 35 Doses de Rum
  • 35 Doses de Rum
  • 35 Doses de Rum

35 Doses de Rum

35 Rhums (Alemanha, França 2008). De Claire Denis. Com Alex Descas, Djédjé Apali, Grégoire Colin. Em cores/100’. Classificação etária 12 anos.

Sinopse

Sinopse

O viúvo Lionel é condutor de trens e vive num complexo habitacional com sua filha Josephine, que criou sozinho. Os dois tem fortes laços e passam muito tempo na companhia um do outro. Um taxista que começa a rodar pelo bairro flerta com Josephine e eles passam a sair juntos. Lionel, por sua vez, atrai a atenção de uma mulher de meia-idade, com quem tenta marcar um encontro. Quando o namorado de Josephine aceita um trabalho no exterior e se muda, deixando a moça balançada, Lionel percebe que a filha está ficando independente e que talvez seja hora de eles confrontarem seus passados.

* Festival de Veneza 2008.
* Prêmio Especial do Júri - Festival Internacional de Gijón 2008.
  • A Vida Sonhada dos Anjos
  • A Vida Sonhada dos Anjos
  • A Vida Sonhada dos Anjos
  • A Vida Sonhada dos Anjos
  • A Vida Sonhada dos Anjos

A Vida Sonhada dos Anjos

La Vie rêvée des anges (França 1998). De Erick Zonca. Com Elodie Bouchez, Grégoire Colin, Natacha Regnier. Em cores/113’.

Sinopse

Sinopse

Isa, vinte anos, se arrasta pelo mundo e pela vida tendo por bagagem uma mochila e a "filosofia dos ferrados". Ela vai de cidade em cidade, à procura de bicos, nunca os mesmos, e jamais por muito tempo. Na pequena cidade de Lille, ela conhece a problemática Marie, igualmente solitária, selvagem, mal tratada, e revoltada contra sua condição social. Surge ainda uma terceira garota que está no hospital depois de ter sofrido um acidente, lutando para sobreviver. Essa situação fascina Isa, que passa a se distanciar de Marie, gerando conflitos.

Baía da Raposa

Baía da Raposa

La Baie du renard (França 2009). De Grégoire Colin. Em cores/12’.

Sinopse

Sinopse

Penhasco sobre o mar. Silhueta de um adolescente entre as pedras. Ele observa a entrada de um iate de luxo na baía. A bordo, um casal parece feliz. Ancoram na enseada. A jovem mulher é muito bonita. O adolescente a espiona enquanto vai caindo a noite. Uma emoção óbvia o acomete. O que fará à noite? Parece tão impotente e invejoso...
  • Bom Trabalho
  • Bom Trabalho
  • Bom Trabalho
  • Bom Trabalho

Bom Trabalho

Beau Travail (França 1999). De Claire Denis. Com Denis Lavant, Grégoire Colin, Michel Subor, Nicolas Duvauchelle. Em cores/93’.

Sinopse

Sinopse


O ex-suboficial Galoup se lembra dos tempos felizes vividos na Légion Etrangère, de sua vida muito bem orquestrada com sua tropa de homens abandonados no golfe de Djibouti, travando a guerra e consertando as estradas. Mas o que ele perdeu de verdade foi seu comando. O comando que ele não quis dividir com nenhum outro...O filme é um passeio coreográfico pelo campo de treinamento da Legião Francesa, no nordeste da costa africana. As imagens mostram o universo repressor e os conflituosos sentimentos do sargento Gualp.

* Menção Honrosa - Festival de Berlim 2000.
* Melhor Fotografia - César 2000.
* Menção Honrosa - Festival de Rotterdam 2001.

Fiesta

(França 1995). De Pierre Boutron. Com Grégoire Colin, Jean-Louis Trintignant. Em cores/108’. Classificação etária 12.

Sinopse

Sinopse

O pai de Rafael manda o rapaz para lutar do lado do General Franco da Guerra Civil Espanhola. Lá ele conhece uma enfermeira e um coronel que vão determinar a sua vida.
  • Ladrões de Cavalos
  • Ladrões de Cavalos
  • Ladrões de Cavalos
  • Ladrões de Cavalos

Ladrões de Cavalos

Voleurs de chevaux (Bélgica, Canadá, França 2007). De Micha Wald. Com Adrien Jolivet, Grégoire Colin. Em cores/86’.

Sinopse

Sinopse


1856, algum lugar no Leste europeu. Dois irmãos, Jakub e Vladimir, alistam-se com os cossacos. Já Roman e Elias roubam cavalos... Ao tentar roubar o cavalo de Jakub, eles matam o jovem Vladimir. Arrasado, o irmão resolve caçá-los sem trégua: só a vingança lhe trará de volta a paz.
* Filme apresentado no âmbito da Semana Internacional da crítica do Festival de Cannes de 2007.

  • Lisières
  • Lisières

Lisières

(França 2013). De Grégoire Colin. Em cores/25’.

Sinopse

Sinopse

Tchavo leva uma vida pacata com sua avó e tia no campo, onde se sustentam através da agricultura. Uma noite, porém, ao retornar de sua casa, sua tia e avó desapareceram.
  • Nénette e Boni
  • Nénette e Boni
  • Nénette e Boni
  • Nénette e Boni

Nénette e Boni

Nénette et Boni (França 1996). De Claire Denis. Com Alice Houri, Gérard Meylan, Grégoire Colin, Jacques Nolot, Valeria Bruni Tedeschi. Em cores/108’.

Sinopse

Sinopse


Nénette e Boni foram criados separados porque seus pais eram divorciados. Boni trabalha em uma pizzaria para um casal intrigante quando sua irmã foge da escola e de repente reaparece. Os dois agora terão que se redescobrir.


  • Opium
  • Opium

Opium

(França 2013). De Arielle Dombasle. Com Grégoire Colin, Niels Schneider. Em cores/77’.

Sinopse

Sinopse

Um musical situado no começo dos anos 20, mostrando os dias em que Jean Coteau era um poeta que desfrutava da vida noturna em cabarés de Paris. Ele se apaixona profundamente por Raymond Radiguet, o jovem escritor de “O Diabo no Corpo”. Quando Radiguet morre tragicamente, Cocteau se afunda no vício, descobrindo que amor e ópio são as drogas mais poderosas. As músicas do filme usam os poemas de Cocteau como letra.
  • Prey
  • Prey
  • Prey
  • Prey

Prey

La Traque (França 2010). Com Bérénice Bejo, Grégoire Colin. Em cores/80’.

Sinopse

Sinopse

De Antoine Blossier.


Uma noite, vários veados, inexplicavelmente, atiram-se na cerca elétrica de uma fazenda. Vendo marcas de mordida profundas sobre os cadáveres de animais, os proprietários da fazenda concluem existir um predador nas redondezas da floresta. Decidem então se aventurar na fazenda da família no coração da floresta próxima. Atordoados, eles acham que a natureza circundante está morrendo, devastada por uma doença desconhecida. À medida que o sol se põe, gritos ecoam em torno deles. Os caçadores tornaram-se presas…