Jean-Claude Brialy



Participação nos filmes

  • A Noiva Estava de Preto
  • A Noiva Estava de Preto
  • A Noiva Estava de Preto
  • A Noiva Estava de Preto
  • A Noiva Estava de Preto

A Noiva Estava de Preto

La Mariée était en noir (França 1967). De François Truffaut. Com Claude Rich, Jean-Claude Brialy, Jeanne Moreau, Michael Lonsdale, Michel Bouquet. Em cores/107’.

Sinopse

Sinopse

Após uma tentativa de suícido, Julie kohler conhece vários homens sucessivamente: Bliss, um sedutor que ela empurra do alto de um balcão; Morane, um político que ela deixa morrer asfixiado; Fergus, pintor que ela assassina com uma flechada. São alguns dos homens que, acidentalmente, assassinaram seu marido nas escadarias da igreja, logo após concluída a cerimônia de casamento.

  • Dane-Se a Morte
  • Dane-Se a Morte
  • Dane-Se a Morte

Dane-Se a Morte

S'en fout la mort (França 1990). De Claire Denis. Com Alex Descas, Isaach de Bankolé, Jean-Claude Brialy. Em cores/91’.

Sinopse

Sinopse


A vida de dois irmãos imigrantes do oeste da África no subúrbio de Paris. Confinados, eles preparam os animais para a briga de galo no subsolo do restaurante onde trabalham. A briga de galo serve como símbolo da vida sórdida e violenta desses dois irmãos.

  • Delegado Lavardin
  • Delegado Lavardin
  • Delegado Lavardin
  • Delegado Lavardin

Delegado Lavardin

Inspecteur Lavardin (França 1986). De Claude Chabrol. Com Bernadette Lafont, Hermine Clair, Jacques Dacqmine, Jean Poiret, Jean-Claude Brialy, Jean-Luc Bideau. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse


Raul Mons, escritor católico muito famoso, leva uma vida pacata com sua mulher Helena, sua filha - uma linda adolescente chamada Veronique - e o irmão de Helena, Claude Alvarez. Certo dia, Raul Mons é encontrado morto, assassinado numa praia, totalmente nu, com a palavra "porco" escrita sobre sua nádega... O delegado Lavardin é enviado no local para fazer um inquérito sobre o crime.

  • Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague
  • Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague
  • Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague

Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague

Deux de la vague (Estados Unidos, França 2009). De Emmanuel Laurent. Com Anouk Aimée, Charles Aznavour, Jean-Claude Brialy, Jean-Paul Belmondo, P. Klossowski. Em cores/91’. Classificação etária 12 anos.

Sinopse

Sinopse


Documentário sobre o nascimento do movimento que mudou a forma de se fazer cinema na França, a Nouvelle Vague, que revelou ao mundo dois dos maiores cineastas de todos os tempos: François Truffaut e Jean-Luc Godard.

  • La Banquière
  • La Banquière
  • La Banquière
  • La Banquière
  • La Banquière

La Banquière

(França 1980). De Francis Girod. Com Claude Brasseur, Daniel Auteuil, Jean Carmet, Jean-Claude Brialy, Jean-Louis Trintignant, Marie-France Pisier, Romy Schneider, Thierry Lhermitte. Em cores/125’.

Sinopse

Sinopse


Na Paris do entre-guerras, uma mulher afirma-se no meio das altas finanças dominado pelos homens. De origem humilde, ela atrai os pequenos investidores propondo a eles juros excepcionais. Ela propaga igualmente o gosto pelo luxo e as aventuras homossexuais. E ela pagará caro por tudo isso...

  • Manon 70
  • Manon 70
  • Manon 70
  • Manon 70

Manon 70

(França 1968). Com Catherine Deneuve, Jean-Claude Brialy. Em cores/101’.

Sinopse

Sinopse

De Jean Aurel.

Jovem vê seu coração dividido entre um rapaz e um homem mais velho, repleto de posses. Baseado no romance Manon Lescaut, de Abbé Prévost

  • Nas Garras do Vício
  • Nas Garras do Vício
  • Nas Garras do Vício

Nas Garras do Vício

Le Beau Serge (França 1958). De Claude Chabrol. Com Bernadette Lafont, Jean-Claude Brialy. Em preto e branco/93’.

Sinopse

Sinopse


Convalescente, François volta para Sardent, um vilarejo do rio Creuse, onde passou a infância. Ele reencontra seu amigo Serge, que se tornou alcoólatra desde a morte de primeiro filho que nascera com problemas. François fica penalizado com a brutalidade de Serge com Yvonne, sua mulher, de novo grávida. Ele tenta em vão levar o amigo para o bom caminho. Assim, quando Yvonne está para dar à luz sozinha, François sai à busca de Serge e consegue trazê-lo para junto de sua mulher na hora em que põe no mundo seu filho, um filho normal.
Um dos mais importantes filmes da Nouvelle Vague!

  • O Buquê
  • O Buquê
  • O Buquê
  • O Buquê
  • O Buquê

O Buquê

C'est le bouquet (França 2002). De Jeanne Labrune. Com Didier Bezace, Dominique Blanc, Jean-Claude Brialy, Jean-Paul Bonnaire, Jean-Pierre Darroussin, Mathieu Amalric, Maurice Benichou, Sandrine Kiberlain. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse

Sete horas da manhã. Um simples telefonema transforma a vida de Catherine e Raphael num verdadeiro turbilhão de valores e oportunidades. Um buquê enviado por Kirsch, a pessoa que telefonou, é a chave para que todas as surpresas, descobertas e principalmente, fraquezas da vida, apareçam e amadureçam relacionamentos e amizades. Uma gigantesca e divertida viagem pelo significado poético de um belo buquê de flores.

  • O Fantasma da Liberdade
  • O Fantasma da Liberdade
  • O Fantasma da Liberdade
  • O Fantasma da Liberdade
  • O Fantasma da Liberdade

O Fantasma da Liberdade

Le Fantôme de la liberté (França 1974). De Luis Buñuel. Com Adolfo Celi, Jean-Claude Brialy. Em cores/100’. Classificação etária 16 anos..

Sinopse

Sinopse

Várias situações independentes se sucedem, sempre ligadas por um dos personagens, num clima de humor erótico e violento.
  • O Insolente Beaumarchais
  • O Insolente Beaumarchais
  • O Insolente Beaumarchais
  • O Insolente Beaumarchais

O Insolente Beaumarchais

Beaumarchais, l'insolent (França 1995). De Edouard Molinaro. Com Michel Piccoli, Fabrice Luchini, Jacques Weber, Jean Yanne, Jean-Claude Brialy, Manuel Blanc, Martin Lamotte, Michel Serrault, Sandrine Kiberlain. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

Homem de negócios, maquiavélico e nem sempre escrupuloso, político de vanguarda, mas jamais desinteressado, homem de ação corajoso, pronto para se servir tanto da espada quanto da palavra, amante incansável e pai carinhoso, litigante sistemático, mas defensor dos Direitos Humanos, inventor genial, é através deste homem excepcional que iremos conhecer um século XVIII explosivo.