Jeanne Moreau

Jeanne Moreau

(1928)



Participação nos filmes

Joana Francesa

(França 1973). De Carlos Diegues. Com Jeanne Moreau. Em cores/113’.

Sinopse

Sinopse

Em 1930, Jeanne é a dona de um prostíbulo em São Paulo. Um cliente alagoano, apaixonado por ela, a leva para sua fazenda de cana-de-açúcar onde Jeanne entra em contato com costumes que acabam por arrebatá-la a um mundo ético e cultural que nunca havia conhecido antes. Ela acaba assumindo a liderança da família, em plena decadência.
Le dialogue des Carmélites

Le dialogue des Carmélites

(França 1960). Com Jeanne Moreau, Pierre Brasseur. Em preto e branco/112’.

Sinopse

Sinopse

Durant la Révolution française, le clergé est persécuté. C'est la période de la Terreur. Dans un carmel à Compiègne, la vie des religieuses bascule.

Le Paltoquet

(França 1986). De Michel Deville. Com Michel Piccoli, Fanny Ardant, Jeanne Moreau. Em cores/92’.

Sinopse

Sinopse

O lugar lembra um hangar velho, indefinido, opaco. Trata-se, na verdade, de um bar perto do porto. No balcão, oservente insignificante e arqueado, vestindo o jaleco cinza e a gerente de óculos escuros atrás da caixa. na imensa sala há quatro clientes, frequentadore assíduos, jogando e a Srta. Lotte, jovem muito bonita e atraente, que passa seus dias na rede. A chegada do comissário de polícia, por conta de um crime cometido não longe dali, irá transtornar esse pequeno mundo, aparentemente sem história.
  • Mais tarde você entenderá
  • Mais tarde você entenderá
  • Mais tarde você entenderá

Mais tarde você entenderá

Plus tard tu comprendras (França 2007). De Amos Gitai. Com Dominique Blanc, Emmanuelle Devos, Hippolyte Girardot, Jeanne Moreau. Em cores/89’.

Sinopse

Sinopse


Rivka nunca contou a seu filho Victor, um advogado bem-sucedido, sobre a deportação dos pais dela, judeus russos que foram perseguidos na época da Segunda Guerra. Por mais que pergunte, ele não consegue respostas diretas de sua mãe idosa. Batizados na religião católica como o pai, Victor e sua irmã Tania nada sabem sobre o passado de guerra da mãe. Tentando juntar os pedaços perdidos da história de sua família, Victor viaja com sua esposa e filhos para o minúsculo vilarejo onde seus avós foram obrigados a se esconder durante a guerra.


  • Mulher para Dois
  • Mulher para Dois
  • Mulher para Dois

Mulher para Dois

Jules et Jim (França 1962). De François Truffaut. Com Jeanne Moreau. Em preto e branco/102’.

Sinopse

Sinopse

Paris, 1912. Jules, alemão e Jim, francês, são artistas e amigos. Os dois estão apaixonados por Catherine, mas finalmente é Jules quem se casa com ela. A guerra separa o trio. Ao final do conflito, Jim reencontra Catherine e Jules na Alemanha. O amor a três volta com força ainda maior e só se extinguirá com a morte de Jim e Catherine numa curva de um passeio de carro. Obra prima de François Truffaut. Um dos mais clássicos triângulos amorosos do cinema.
  • Nathalie Granger
  • Nathalie Granger
  • Nathalie Granger

Nathalie Granger

(França 1972). De Marguerite Duras. Com Gérard Depardieu, Jeanne Moreau. Em cores/83’.

Sinopse

Sinopse

O filme mostra uma tarde na vida de duas mulheres, fechadas em casa e em silêncio. Uma de- las, Isabelle Granger, está preocupada com o com- portamento violento da filha Nathalie. Do mundo exterior surgem ecos via rádio e, mais tarde, um vendedor de máquinas de lavar. Na singularidade narrativa de Duras, sobressaem uma poderosa im- pressão de um tempo suspenso, “parado”, e uma angústia contida, talvez mais violenta ainda pela ausência de expressão.
  • O Diário de uma Camareira
  • O Diário de uma Camareira
  • O Diário de uma Camareira
  • O Diário de uma Camareira
  • O Diário de uma Camareira

O Diário de uma Camareira

Le Journal d´une femme de chambre (França, Itália 1964). De Luis Buñuel. Com Michel Piccoli, Jeanne Moreau. Em cores/93’. Classificação etária 14 anos.

Sinopse

Sinopse


Na década de 30, as histórias de uma bonita doméstica e suas relações com a estranha família para quem trabalha. Camareira trabalha em casa onde a patroa é frígida, o patrão está sempre caçando animais ou mulheres e o pai da empregadora tem um fetiche por sapatos. Quando resolve deixar o emprego e se mudar para Paris, sabe da notícia de uma garota que foi estrupada e morta.

  • O Gebo e a Sombra
  • O Gebo e a Sombra
  • O Gebo e a Sombra

O Gebo e a Sombra

(França, Portugal 2012). De Manoel de Oliveira. Com Claudia Cardinale, Jeanne Moreau, Michael Lonsdale. Em cores/91’.

Sinopse

Sinopse


Apesar da idade e do cansaço, Gebo continua trabalhando como contador para sustentar a família. Vive com a mulher, Doroteia, e a nora, Sofia, mas é a ausência do filho, João, que os preocupa. Gebo parece esconder algo em relação a isso, em particular a Doroteia, que vive na espera ansiosa de rever o seu filho. Sofia também espera o regresso do marido, ao mesmo tempo em que o teme. De repente, João reaparece e tudo muda.

  • O Mapa do Coração
  • O Mapa do Coração
  • O Mapa do Coração

O Mapa do Coração

Coeur de métisse (Austrália, França, Grã-Bretanha (Reino Unido, UK) 1995). Com Anne Parillaud, Clotilde Courau, Jeanne Moreau. Em cores/110’.

Sinopse

Sinopse

De Vincent Ward.

Avik é um jovem esquimó que está muito doente. Ao ajudar um cartógrafo novo na região, este o leva à cidade para se tratar. Lá, conhece uma mestiça por quem se apaixona, mas é obrigado a deixá-la para voltar para casa. Alguns anos depois, ele decide reencontrar seu grande amor.

  • O Político Charmoso
  • O Político Charmoso
  • O Político Charmoso
  • O Político Charmoso
  • O Político Charmoso

O Político Charmoso

La Race des seigneurs (França, Itália 1974). De Pierre Granier-Deferre. Com Alain Delon, Claude Rich, Jean-Marc Bory, Jean-Pierre Castaldi, Jeanne Moreau, Sydne Rome. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse


O drama trata dos conflitos de Julien, dividido entre suas ambições políticas e a paixão pela modelo Creezy. Ele ainda mantém um romance com a viúva de seu mentor, Renee Vibert, que agora é sua conselheira política.