Joann Sfar

Joann Sfar

Biografia

Nasceu em 1971, em Nice. Estudou Filosofia e Línguística na Universidade de Nice antes de cursar a Escola Superior de Belas Artes em Paris. Publicou mais de 150 álbuns de quadrinhos e romances, tornando-se um dos líderes do movimento new wave franco-belga dos quadrinhos. Em 2006, recebeu o prêmio Eisner por <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">The Rabbi's Cat</span>, cuja versão cinematográfica está realizando. Este é seu primeiro longa, lançado em paralelo a graphic novel de sua autoria sobre Gainsbourg.




Participação nos filmes

  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres
  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres
  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres
  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres

Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres

Gainsbourg, vie héroïque (França 2010). De Joann Sfar. Com Sara Forestier. Em cores/230’.

Sinopse

Sinopse


Filho de judeus russos, Lucien Ginsburg passa a infância na Paris dos anos 1940, ocupada pelos nazistas. Quando jovem, é um poeta tímido que oculta suas pinturas no quarto, logo abandonado em troca da agitação dos cabarés dos anos 60. De noite em noite, dá vazão a sua voz e a seu talento de vanguarda, que o transformam no ícone subversivo Serge Gainsbourg, um dos mais importantes cantores e poetas da língua francesa. Enquanto as criaturas que habitam seu mundo dançam de forma imaginária em seu entorno, sua verve encontra eco na vida boêmia e nos amores tumultuados que tem ao longo da vida.
* Indicado a Melhor Filme no César 2011.

  • O Gato do Rabino
  • O Gato do Rabino
  • O Gato do Rabino
  • O Gato do Rabino

O Gato do Rabino

Le Chat du rabbin (França 2010). De Joann Sfar. Em cores/80’.

Sinopse

Sinopse


Argel, entre 1920 e 1930. O rabino Sfar parece ter problemas suficientes com sua filha adolescente e seu gato que começou a falar quando engoliu um papagaio, e quer se converter ao judaísmo. Mas quando chega um pacote da Rússia, as coisas complicam. Não demora e o rabino parte em uma aventura pela África - acompanhado de um bilionário russo, um xeque árabe e o tal gato falante - para tentar descobrir uma mítica cidade escondida.


* Grande Prêmio do Festival de Annecy. *
* Indicado ao César Awards por Melhor Filme De Animação *
* Indicado ao European Film Awards por Melhor Filme De Animação *
Inspirado nas histórias em quadrinhos do Joann Sfar.