Julie Depardieu

Julie Depardieu

Biografia

Originária de uma ilustre família de atores, Julie Depardieu estudou filosofia e depois fez vários estágios na área cinematográfica, sem, no entanto, querer seguir a carreira de atriz. Foi descoberta nas telas de cinema, ao lado do pai, em “Coronel Chabert - Amor e Mentiras”, de 1994. Atuou depois em vários filmes de televisão para Josée Dayan. Danièle Dubroux ofereceu à atriz seu primeiro grande papel em “O Teste da Meia-Noite”, de 1998. Sua naturalidade e imaginação fizeram maravilhas no universo extravagante da diretora, que quis dirigi-la de novo em “Eros thérapie” em 2004. <br> <br>Da mesma forma que seu irmão Guillaume, Julie Depardieu tornou-se, durante seu trabalho com Assayas (Destinos sentimentais), com Laetitia Masson ou com Cédric Klapisch, um personagem familiar e querido do jovem cinema francês. O ano de 2004 marcou uma virada em sua carreira, com dois filmes que lhe permitiram revelar a extensão de seu repertório. Esposa exasperada do clone de Claude François, Poelvoorde, em “Podium”, um sucesso popular de Yann Moix, que explora muito bem seu talento cômico, ela foi a surpresa da cerimônia do César, conquistando simultaneamente o prêmio de Melhor Revelação e de Melhor Atriz Coadjuvante, por sua vibrante composição amorosa entorpecida no “A pequena Lili”, de Claude Miller. <br> <br>Tendo se tornado uma das atrizes mais conhecidas da sua geração, Julie Depardieu foi rapidamente escalada por André Techiné para o filme “As testemunhas”. Essa falsa diletante trabalhou, entretanto, principalmente com jovens diretores. Do drama familiar (“O Passageiro”), ela passou à comédia romântica (“Essaye-moi”, “Toi et moi”), depois para o gênero policial social (“Sauf le respect que je vous dois”), terminando com música na reprise de "Born to be alive" para a trilha sonora do filme “Poltergay”, onde atuou ao lado de Clovis Cornillac, e tudo isso só em 2006. <br> <br>No ano seguinte, sua atividade foi também muito intensa. Apareceu em “A Hora do Rush 3” e fez parte do impressionante elenco de “Contratadas para matar” ao lado de Sophie Marceau, Marie Gillain, Déborah François e Maya Sansa. Também fez seu próprio papel no terceiro longa-metragem de Maïwenn Le Besco, “O Baile das atrizes”.




Participação nos filmes

  • O Bolo de Casamento
  • O Bolo de Casamento
  • O Bolo de Casamento
  • O Bolo de Casamento

O Bolo de Casamento

Pièce montée (França 2010). De Denys Granier- Deferre. Com Aurore Clement, Danielle Darrieux, Dominique Lavanant, Hélène Fillières, Jean-Pierre Marielle, Jérémie Renier, Julie Depardieu, Julie Gayet. Em cores/93’.

Sinopse

Sinopse


Bérengère e Vincent casam-se segundo as tradições burguesas. De acordo com o costume, família e amigos se reúnem no campo num belo dia de primavera. Alegre para uns, doloroso para outros, em todo caso, será um dia decisivo e inesquecível para todos. Mas como os laços de sangue não são sempre os mesmos do coração, esse dia se tornará rapidamente "a hora da verdade"...

  • O Casamento a Três
  • O Casamento a Três
  • O Casamento a Três
  • O Casamento a Três
  • O Casamento a Três

O Casamento a Três

Le Mariage à trois (França 2009). De Jacques Doillon. Com Louis Garrel, Julie Depardieu, Pascal Greggory. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse


Um dramaturgo recebe em sua casa de campo os protagonistas de sua nova peça. Mas a presença da ex-mulher, do novo amante e de uma jovem assistente tornará o dia particularmente tumultuado, misturando criação e questões sentimentais.

  • O Leão Volátil
  • O Leão Volátil
  • O Leão Volátil
  • O Leão Volátil

O Leão Volátil

Le Lion Volatil (França 2003). De Agnès Varda. Com David Deciron, Frédérick E, Grasser-Hermé, Julie Depardieu, Valérie Donzelli. Em cores/12’.

Sinopse

Sinopse


Curta aventura em torno de uma estátua de leão entre Clarisse, aprendiz de vidente, e Lazare, funcionário das Catacumbas de Paris.
* Prêmio do Público de Melhor Curta-metragem no Festival de Films de Femmes de Créteil 2004;
* Seleção oficial dos Festivais de Veneza, Chicago, Viena 2003 e de Berlim 2004.

DVD 3 da coleção "Varda - Todos os Curtas" - Les Courts "Parisiens".

O Passageiro

O Passageiro

Le Passager (França 2005). De Eric Caravaca. Com Eric Caravaca, Julie Depardieu, Maurice Benichou, Nathalie Richard, Vincent Rottiers. Em cores/81’.

Sinopse

Sinopse

Ao ser avisado do suicídio do irmão, Thomas retorna para sua cidade natal, pois deve reconhecer o corpo de Richard. Antes de participar do enterro do irmão, sente que ele precisa de um pouco de paz, de passar alguns dias longe da família. O tempo o havia feito esquecer das experiências vividas na infância, desligando-se da afetividade inerente a elas. Thomas vai para um hotel, onde estão Jeanne, ex-namorada de Richard, e Lucas, um adolescente órfão que mora com ela. Agora, ele deverá conviver com os dois, que tinham passado bons momentos com Richard e ali estavam aguardando sua volta.
  • Os Olhos Amarelos de Crocodilo
  • Os Olhos Amarelos de Crocodilo
  • Os Olhos Amarelos de Crocodilo

Os Olhos Amarelos de Crocodilo

Les Yeux jaunes des crocodiles (França 2012). De Cécile Telerman. Com Emmanuelle Béart, Julie Depardieu, Patrick Bruel. Em cores/102’.

Sinopse

Sinopse

Duas irmãs têm uma relação conflituosa: Iris leva uma vida fútil e luxuosa, sem trabalhar, já Joséphine trabalha como pesquisadora da Idade Média, mas não tem o reconhecimento da família, e acaba de passar por uma ruptura amorosa. Um dia, para impressionar a família, Iris diz que está escrevendo um livro, justamente sobre uma pesquisadora da Idade Média. Para sustentar a mentira, ela pede a Joséphine que escreva um livro de verdade, deixando a irmã levar o mérito em troca de dinheiro. Quando o livro inesperadamente obtém sucesso, as duas irmãs entram em rota de colisão.
  • Quem me Amar me Siga
  • Quem me Amar me Siga
  • Quem me Amar me Siga
  • Quem me Amar me Siga

Quem me Amar me Siga

Qui m'aime me suive (França 2006). De Benoît Cohen. Com Julie Depardieu, Mathieu Demy, Romane Bohringer. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

Aos 35 anos, Maxime Maréchal, médico brilhante, leva uma vida pacata com sua esposa advogada, seus amigos admiráveis e sua familia satisfeita. Até o dia em que ele encontra Chine, uma cantora que vai provocar um choque elétrico na sua vida, tão temido pelos seus próximos. Max decide então abandonar a sua profissão e dedicar-se à sua paixão – a música –, contactando os seus amigos de juventude e convencido de que quem o ama o apoiará no seu projeto…
QUI M'AIME ME SUIVE - Bande-annonce VF par CoteCine
  • Um brinde à vida
  • Um brinde à vida
  • Um brinde à vida

Um brinde à vida

À la vie (França 2014). De Jean-Jacques Zilbermann. Com Johanna Ter-Steege, Julie Depardieu, Suzanne Clément. Em cores/104’.

Sinopse

Sinopse

Durante a década de 60, três mulheres que foram deportadas para Auschwitz se reencontram pela primeira vez depois da guerra.
  • Um Segredo em Família
  • Um Segredo em Família
  • Um Segredo em Família
  • Um Segredo em Família
  • Um Segredo em Família

Um Segredo em Família

Un secret (França 2007). De Claude Miller. Com Cécile de France, Julie Depardieu, Ludivine Sagnier, Mathieu Amalric, Patrick Bruel. Em cores/115’.

Sinopse

Sinopse


Pouco após a Segunda Guerra Mundial, François vive na França no seio de uma família judia. Sob a aparente convivência tranqüila, reina o não-dito, e o solitário menino inventa para si um irmão e imagina o passado dos seus pais. No seu aniversário de 15 anos, François descobre um terrível segredo: seus pais eram cunhados. Os dois tentaram ignorar a paixão proibida, mas com as reviravoltas da História e a deportação dos judeus, tiveram de confrontar seus sentimentos.
Baseado no romance homônimo de Philippe Grimbert.
* Grande Prêmio das Américas no Festival de Montreal de 2007 *;
* Cesar de Melhor Atriz Coadjuvante - Julie Depardieu *.

  • Você e Eu
  • Você e Eu
  • Você e Eu
  • Você e Eu
  • Você e Eu

Você e Eu

Toi et moi (França 2006). De Julie Lopez-Corval. Com Chantal Lauby, Eric Berger, Jonathan Zaccai, Julie Depardieu, Marion Cotillard. Em cores/90’. Classificação etária Livre.

Sinopse

Sinopse

Redatora de foto-novela para a revista "Você e Eu", Ariane tende a escrever sua vida amorosa e a de sua irmã Lena, reinventando-as um pouco. No entanto, suas vidas não tem nada de novela: Ariane fica presa a Farid, que não se interessa por ela, e Lena está entediada com seu namorado, François. Mas e se Ariane se entregasse ao amor de Pablo, o belo operário que trabalha no prédio? E se Lena se apaixonasse por Mark, o violinista prodígio que acaba de conhecer? Entre realidade e foto-novela, as duas irmãs encontrarão por fim o grande amor?