Marcel L'Herbier



Participação nos filmes

A desumana

A desumana

L'inhumaine (França 1923). De Jean Dreville, Marcel L'Herbier. Em cores/135’.

Sinopse

Sinopse


A famosa cantora Claire Lescot, que vive aos arredores de Paris, é cortejada por muitos homens, incluindo o marajá Djorah de Nopur e o jovem cientista sueco Einar Norsen. Em suas grandiosas festas ela se aproveita da atenção amorosa que recebe e permanece emocionalmente indiferente e, friamente, zomba deles. Quando é avisada que Norsen cometeu suicídio por causa dela, Claire não expressa nenhum sentimento. Vaiada em seu concerto seguinte, a cantora vai em busca do corpo de Norsen para declarar seu verdadeiro amor, mesmo sabendo que ele está morto, mas descobre algo surpreendente sobre seu suicídio, sem saber o grande perigo que está correndo pelo enciumado Djorah.

A Magia dos Fantasmas

A Magia dos Fantasmas

La Féerie des fantasmes (França 1975). De Marcel L'Herbier. Em preto e branco/90’.

Sinopse

Sinopse


Marcel L'Herbier sempre foi atraído pelo tema dos fantasmas. Seu primeiro curta, de 1918, levava este título. Em sua filmografia, sempre cultuou este aspecto onírico. Quatro anos antes de falecer, ele realizou esta antologia do filme fantástico francês, de 1895 a 1975.

A Noite Fantástica

A Noite Fantástica

La Nuit fantastique (França 1941). De Marcel L'Herbier. Com Fernand Gravey, Micheline Presle, Saturnin Fabre. Em preto e branco/91’.

Sinopse

Sinopse

Denis, um estudante que trabalha de noite no Mercado Central, sonha, quando adoremece, com uma jovem vestida com um longo vestido branco Uma noite, aparece Irene, que ele segeu sem saber se é sonho, ou realidade...
O Dinheiro

O Dinheiro

L'argent (França 1928). De Marcel L'Herbier. Em cores/200’.

Sinopse

Sinopse


O magnata Nicolas Saccard está quase arruinado pelo seu rival Gunderman, quando ele tenta levantar capital para sua empresa. Para elevar o preço de suas ações, Saccard planeja um golpe de publicidade envolvendo o aviador Jacques Hamelin, voando através do Atlântico até a Guiana e perfurando petróleo lá, para o desespero da esposa de Hamelin, Line. Enquanto Hamelin está fora, Saccard tenta seduzir Line. Line finalmente percebe que ela e seu marido foram peões no esquema Saccard, e o acusa de fraudar as ações.