Mireille Perrier



Participação nos filmes

  • À Queima Roupa
  • À Queima Roupa
  • À Queima Roupa
  • À Queima Roupa

À Queima Roupa

À bout portant (França 2010). Com Gerard Lanvin, Mireille Perrier, Roschdy Zem. Em cores/84’.

Sinopse

Sinopse

De Fred Cavayé.


Tudo está indo bem para Sam e Nadia: ele trabalha com enfermagem e ela está esperando o primeiro filho. Mas tudo muda quando Nadia é sequestrada sob o olhar impotente de Sam. Desacordado, ele desperta quando seu telefone toca, e agora ele terá três horas para reaver sua mulher viva.


  • Boy Meets Girls
  • Boy Meets Girls
  • Boy Meets Girls
  • Boy Meets Girls
  • Boy Meets Girls

Boy Meets Girls

(França 1984). De Leos Carax. Com Denis Lavant, Mireille Perrier. Em preto e branco/99’.

Sinopse

Sinopse


Alex vagueia por Paris depois da namorada o ter deixado e acaba por assistir à ruptura entre Mireille e o namorado. No chão encontra um convite para uma festa no dia seguinte… Alex e Mireille acabam por se encontrar nessa festa, por onde também anda um astronauta e um técnico de cinema mudo. Contam as suas histórias de vida e Alex acaba por se declarar, num amor que só durará uma noite.

* Seleção Semaine de la critique 1984 *
  • Não Ouço mais a Guitarra
  • Não Ouço mais a Guitarra
  • Não Ouço mais a Guitarra
  • Não Ouço mais a Guitarra

Não Ouço mais a Guitarra

J'entends plus la guitare (França 1991). De Philippe Garrel. Com Benoît Régent, Brigitte Sy, Johanna Ter-Steege, Mireille Perrier, Yann Collette, Yann Dedet. Em cores/98’.

Sinopse

Sinopse


Gerard havia encontrado sua felicidade: o amor, o simples amor que dá sentido à vida. Marianne e ele estavam em Positano há algum tempo com Martin, melhor amigo de Gerard, e Lola, sua companheira. O grupo retorna a Paris, e Gerard passa todas as noites na casa de Martin fumando haxixe, tocando guitarra e falando de Marianne. Mas, um dia, ela o deixa por causa de um outro homem.
* Seleção oficial de longas-metragens do International Film Festival de Rotterdam - 2006;
* Vencedor do Leão de Prata no Festival Internacional de Veneza 1991 *.

Tudo o que me resta da revolução

Tout ce qu´il me reste de la revolution (França 2018). De Judith Davis. Com Cécile Vargaftig, Malik Zidi, Mireille Perrier. Em cores/88’.

Sinopse

Sinopse

Dirigido por Judith Davis, o filme retrata o cotidiano de Angela, que com 8 anos viu o primeiro McDonald's sendo inaugurado em Berlim Oriental, e desde então, luta contra a maldição de sua geração
  • Um Homem com Duas Vidas
  • Um Homem com Duas Vidas
  • Um Homem com Duas Vidas
  • Um Homem com Duas Vidas
  • Um Homem com Duas Vidas

Um Homem com Duas Vidas

Toto le héros (Bélgica, França 1991). De Jaco van Dormael. Com Michel Bouquet, Mireille Perrier. Em cores/88’.

Sinopse

Sinopse


Trata-se da história de um senhor que se pergunta se não terá deixado a vida passar ao largo, assim, à toa, sem motivo especial. Ele está convencido de que, desde que nasceu, foi confundido com outra pessoa. E que essa outra pessoa, portanto, desde sempre, viveu no seu lugar. Para se vingar do destino, ele sonhou que viraria um agente secreto. Mas ele virou geômetra, assim, à toa, sem motivo especial. Um dia, ele conhece Evelyne, que poderia ter amado tanto quanto amou sua irmã, quando era criança. Só que até este amor, foi um outro que o viveu... Hoje, o velho Thomas Van Hasebroeck reencontrou a imaginação e a energia do pequeno Thomas, quando sonhava que seria um dia Toto le héros (Toto, o herói). Então, para dar sentido à vida, ele tomará algumas decisões terríveis e violentas...