Nicolas Duvauchelle



Participação nos filmes

  • Até Já
  • Até Já
  • Até Já
  • Até Já

Até Já

À tout de suite (França 2004). De Benoit Jacquot. Com Isild Le Besco, Nicolas Duvauchelle, Ouassini Embarek. Em preto e branco/95’.

Sinopse

Sinopse

Ao desligar o telefone depois de um "até já" do namorado, ela sabe muito bem sem saber ainda aquilo que ela nem imaginava: aquele que ela ama, aquele "príncipe" de parte alguma é um bandido. E ele acaba de cometer um assalto: há mortos. Estamos nos anos 70, ela tem 19 anos e, como num sonho acordado, salta do espaço restrito do apartamento paterno - de longos corredores, num belo bairro - e mergulha de cabeça numa geografia fugitiva - da Espanha para o Marrocos e para a Grécia - passando de uma vida de garota normal para a vida que ela escolheu, com suas delícias e consequências.
  • Bom Trabalho
  • Bom Trabalho
  • Bom Trabalho
  • Bom Trabalho

Bom Trabalho

Beau Travail (França 1999). De Claire Denis. Com Denis Lavant, Grégoire Colin, Michel Subor, Nicolas Duvauchelle. Em cores/93’.

Sinopse

Sinopse


O ex-suboficial Galoup se lembra dos tempos felizes vividos na Légion Etrangère, de sua vida muito bem orquestrada com sua tropa de homens abandonados no golfe de Djibouti, travando a guerra e consertando as estradas. Mas o que ele perdeu de verdade foi seu comando. O comando que ele não quis dividir com nenhum outro...O filme é um passeio coreográfico pelo campo de treinamento da Legião Francesa, no nordeste da costa africana. As imagens mostram o universo repressor e os conflituosos sentimentos do sargento Gualp.

* Menção Honrosa - Festival de Berlim 2000.
* Melhor Fotografia - César 2000.
* Menção Honrosa - Festival de Rotterdam 2001.
  • Desejo e Obsessão
  • Desejo e Obsessão
  • Desejo e Obsessão
  • Desejo e Obsessão

Desejo e Obsessão

Trouble Every Day (França 2001). De Claire Denis. Com Alex Descas, Béatrice Dalle, José Garcia, Nicolas Duvauchelle. Em cores/101’. Classificação etária 18 anos.

Sinopse

Sinopse


Shane e June são um perfeito casal americano em lua de mel em Paris na tentativa de reconstruir uma vida nova. Secretamente, Shane começa a frequentar uma clínica médica que trata da libido humana e deixa-se levar por perigosos impulsos sexuais.


* Festival de Cannes 2001 - Fora de Competição.
* Festival de Namur 2001.

Eager Bodies

(França 2003). De Xavier Giannoli. Com Catherine Salviat, Laura Smet, Marie Denarnaud, Nicolas Duvauchelle. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse

A jovem Charlotte enfrenta uma dura batalha contra o câncer. Paul, seu namorado, prometeu apoiá-la durante toda a quimioterapia. A prima de Charlotte vai visitá-los. E acaba se envolvendo com Paul.
Fale de você

Fale de você

Parlez-moi de vous (França 2011). De Pierre Pinaud. Com Karin Viard, Nadia Barentin, Nicolas Duvauchelle, Patrick Fierry. Em cores/89’.

Sinopse

Sinopse

Aos 40 anos, Mélina é a voz mais famosa da França. Apresentadora de rádio em um programa noturno, ela resolve, no ar, os problemas emocionais e sexuais dos ouvintes, usando de impertinência, humor e sem qualquer tabu. Todo mundo conhece a sua voz, mas ninguém conhece o seu rosto. Na vida particular, ela evita o contato e vive como uma solteirona na parte rica da cidade. Ela sai à procura da mãe que jamais conheceu e descobre que ela mora com uma família numerosa nos subúrbios. Ela decide se aproximar dela em segredo...
  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016

Hell - Paris 75016

Hell (França 2006). Com Nicolas Duvauchelle, Sara Forestier. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

De Bruno Chiche.


Baseado em livro de jovem garota que escandalizou a sociedade francesa, mostra as aventuras sexuais e semibiográficas de uma adolescente da alta sociedade em uma viagem às drogas e luxúria na alta roda européia.

  • Não Sou Um Canalha
  • Não Sou Um Canalha
  • Não Sou Um Canalha

Não Sou Um Canalha

Je ne suis pas un salaud (França 2015). De Emmanuel Finkiel. Com Driss Ramdi, Mélanie Thierry, Nicolas Duvauchelle. Em cores/111’. Classificação etária 12 Anos.

Sinopse

Sinopse

Depois de ser violentamente atacado na rua, Eddie identifica erroneamente Ahmed, um suspeito ideal que ele tinha visto alguns dias antes do ataque. Enquanto a máquina judicial maltrata Ahmed, Eddie tenta reconquistar sua esposa e filho graças a um novo emprego. Mas Eddie logo se torna consciente da gravidade da sua acusação e fará qualquer coisa para estabelecer a verdade, mesmo que isso signifique correr o risco de perder tudo.
  • O Colar Vermelho
  • O Colar Vermelho
  • O Colar Vermelho

O Colar Vermelho

Le Collier Rouge (França 2016). De Jean Becker. Com François Cluzet, Nicolas Duvauchelle, Sophie Verbeeck . Em cores/83’. Classificação etária LIVRE.

Sinopse

Sinopse

Em uma pequena vila, esmagada pelo calor do verão, em 1919, um herói de guerra foi mantido prisioneiro em um quartel deserto. Na frente da porta, seu cão late dia e noite. Não muito longe dali, no campo, uma jovem consumida pelo trabalho da terra, educada demais para ser mera camponesa, espera com esperança. O juiz que chega para desvendar o caso é um aristocrata cuja guerra fez seus princípios vacilarem. Três personagens e, no meio deles, um cachorro, que detém a chave do drama...
  • Os Profissionais do Crime
  • Os Profissionais do Crime
  • Os Profissionais do Crime
  • Os Profissionais do Crime

Os Profissionais do Crime

Le Deuxième souffle (França 2007). De Alain Corneau. Com Daniel Auteuil, Gérald Laroche, Gilbert Melki, Jacques Bonnaffe, Jacques Dutronc, Jean-Paul Bonnaire, Michel Blanc, Monica Bellucci, Nicolas Duvauchelle, Philippe Nahon. Em cores/155’.

Sinopse

Sinopse


Numa fuga espetacular, Gu, um famoso gângster condenado à prisão perpétua, decide deixar a França em companhia da amada Manouche. Seu problema maior é a falta de dinheiro, mas para isso organiza um grande assalto. A polícia francesa que busca capturá-lo arma uma plano que põe Gu contra seus companheiros de crime. Agora a lealdade e palavra dele serão postas em xeque, deixando-o somente com o apoio de Manouche. Ambos serão capazes de tudo para refazer os laços com a máfia.

  • Para Poucos
  • Para Poucos
  • Para Poucos

Para Poucos

Happy Few (França 2010). De Antony Cordier. Com Elodie Bouchez, Marina Foïs, Nicolas Duvauchelle. Em cores/104’.

Sinopse

Sinopse


Rachel é funcionária de uma loja de joias casada com Franck e vivem com seus filhos uma vida confortável de classe média. Quando conhece Vincent, Rachel acaba ficando encantada e organiza um jantar com ele e sua mulher Teri, onde acabam se envolvendo e se relacionando numa espécie de troca de casais. É possível viver novas experiências sexuais sem cometer adultério? O desejo consegue sobreviver à rotina? Pode-se ter tudo? E quando os limites do que se considera normal em famílias e relacionamentos forem quebrados, como se encontrar no meio disso?