Pablo Fendrik

Biografia

Nasceu em 1973, na Argentina. Formou-se no Centro de Investigación Cinematográfica de Buenos Aires, onde dirigiu três curtas. Foi roteirista do documentário Vida en Falcon (2005), de Jorge Gaggero, e da ficção Las vidas posibles (2007), de Sandra Gugliotta. Seu primeiro longa, El asaltante (2007), foi exibido na Semana da Crítica do Festival de Cannes e ganhou o prêmio de Melhor Contribuição Artística no Festival de Havana.




Participação nos filmes

  • El Ardor
  • El Ardor
  • El Ardor
  • El Ardor

El Ardor

(Argentina, Brasil, Estados Unidos, França, México 2014). De Pablo Fendrik. Com Alice Braga, Gael Garcia Bernal. Em cores/101’.

Sinopse

Sinopse

O xamã Kaí testemunha o brutal ataque de forasteiros a uma fazenda de fumo e passa a seguir de perto os criminosos em fuga e boicotá-los, determinado a salvar herdeira das terras, levada como refém.

O Sangue Brota

La Sangre Brota (Alemanha, Argentina, França 2008). De Pablo Fendrik. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

Arturo, motorista de táxi tranqüilo, recebe uma ligação desesperada de seu filho mais velho, Ramiro, que mora nos EUA. O jovem pede ao pai que lhe arrume 2 mil dólares em um dia. Para mexer nas economias da família, Arturo deve furar o bloqueio da esposa Irene. Neste mesmo dia, porém, Leandro, o filho mais novo, planeja roubar a poupança para comprar drogas, revendê-las e conseguir o dinheiro necessário para ir atrás do irmão. Ao confrontar Leandro, Arturo revela sua personalidade explosiva, que fez Ramiro sair de casa. Exibido na Semana da Crítica do Festival de Cannes 2007.