Patrice Chagnard



Participação nos filmes

  • As Regras do Jogo
  • As Regras do Jogo
  • As Regras do Jogo

As Regras do Jogo

Les Règles Du Jeu (França 2014). De Claudine Bories, Patrice Chagnard. Em cores/106’. Classificação etária Livre .

Sinopse

Sinopse

Lolita não gosta de sorrir. Kevin não sabe como se vender. Hamid não gosta de chefs. Thierry fala mal. Eles têm vinte anos de idade. Eles estão sem diplome. Eles estão procurando trabalho. Durante seis meses, os treinadores de uma agência de empregos irão ensinar-lhes o comportamento e a linguagem que devem ter hoje para conseguir um emprego. Através deste aprendizado, o filme revela o absurdo dessas novas regras do jogo.
  • Les Arrivants
  • Les Arrivants
  • Les Arrivants
  • Les Arrivants
  • Les Arrivants

Les Arrivants

(França 2008). De Claudine Bories, Patrice Chagnard. Em cores/113’.

Sinopse

Sinopse


Caroline e Colette são assistentes sociais em França. Caroline é jovem e impulsiva; Colette, mais velha, é compassiva e desorganizada. Todos os dias, chegam-lhes famílias inteiras do Azerbeijão, do Congo, do Iraque ou de outros países longínquos. Vêm com ou sem bagagem, com ou sem passaporte, de avião ou em caminhões, e pedem asilo na França. Uma manhã é Zahra, uma jovem da Eritreia grávida de oito meses; no dia seguinte são os Kanesha, uma família do Sri Lanka com dois filhos; e depois os Wong, que vêm diretamente da Mongólia. Nos seus olhos cansados, vemos um medo imenso, mas simultaneamente uma grande determinação. Vêm de tão longe e têm tantas esperanças. Como responder a esta enchente de angústia e necessidade? Com estas famílias é o mundo inteiro que desembarca na vida de Caroline e Colette e na nossa também. Um mundo caótico e violento.


O Comboio

Le Convoi (França 1995). De Patrice Chagnard. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse


Inverno de 1995. Testemunho da realidade cotidiana da ação humanitária, longe das paradas midiáticas, o filme retraça a epopeia de três homens engajados nessa ajuda humanitária na Armênia até o alto Karabakh, atravessando a Europa, a Rússia e o Cáucaso.

Os que chegam

Les Arrivants (França 2008). De Claudine Bories, Patrice Chagnard. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse

Todos os dias, eles vêm do Azerbaijão, Mongólia, Congo, Sri Lanka, Iraque ou Chechênia. São famílias inteiras, com ou sem bagagem, com ou sem passaportes, que chegam em voos fretados ou em caminhões. Entre eles, há mulheres grávidas, jovens casais e idosos. São pessoas com olhos cansados e febris, repletas de medo e esperança.