Sara Forestier

Sara Forestier

(1986)



Participação nos filmes

  • A Coragem de Amar
  • A Coragem de Amar
  • A Coragem de Amar
  • A Coragem de Amar
  • A Coragem de Amar

A Coragem de Amar

Le Courage d'aimer (França 2005). De Claude Lelouch. Com Arielle Dombasle, Mathilde Seigner, Sara Forestier. Em cores/103’.

Sinopse

Sinopse


Várias histórias se enredam para falar de questões humanas corriqueiras. “Não há nada mais fotogênico do que pessoas comuns quando acontecem a elas coisas extraordinárias”, justifica Lelouch. Há a esposa de um policial moribundo que decide deixá-lo pelo amante casado, uma ladra, um carismático vendedor de rua, uma atendente num clube de jazz perseguida pelo chefe, um sem-teto que se diz Deus, uma dupla de cantores de rua formada por um italiano cinqüentão e uma pós-adolescente, que logo é descoberta por um empresário para ser a sensação do momento, e uma empregada doméstica que trabalha para uma extravagante atriz, moradora do subúrbio chique e dividida entre o amor do motorista da casa e o proprietário de uma pequena rede de pizzarias.

  • A Esquiva
  • A Esquiva
  • A Esquiva

A Esquiva

L'Esquive (França 2003). De Abdellatif Kechiche. Com Osman Elkharraz, Sabrina Ouazani, Sara Forestier. Em cores/117’. Classificação etária 12 anos.

Sinopse

Sinopse

Em um conjunto habitacional no subúrbio parisiense, um anjo passa declamando apaixonadamente versos da peça "Le Jeu de l'amour et du hasard". É Lydia, embalada por Marivaux e às voltas com os ensaios do espetáculo a ser montado por sua turma de sala de aula para as festividades da escola. Já Abdelkrim, apelidado de "Krimo", no auge de seus 15 anos, é arriado pela sua colega de sala. Ele que se arrasta levando seu tédio pelas quebradas suburbanas em companhia de sua galera, descobre repentinamente o amor. Mas Krimo não é do gênero expansivo, além de ter que manter a fachada. Então como se declarar à garota sem perder a pose? Uma solução se impõe: corromper seu amigo Rachid, parceiro de cena com Lydia, para obter o papel de Arlequim. O que Krimo não ousa dizer, Marivaux o fará em seu lugar! Mas a astuciosa manobra torna-se verdadeira odisséia para Krimo, apavorado com a amplitude do texto e as exigências implacáveis de sua professora de francês. Kim encontrará as palavras a serem ditas antes que o boato, as ciumeiras e as inimizades não se metam em seu caminho?
  • Anos Incríveis
  • Anos Incríveis
  • Anos Incríveis

Anos Incríveis

Télé Gaucho (França 2012). De Michel Leclerc. Com Emmanuelle Béart, Eric Elmosnino, Félix Moati, Maiwenn Le Besco, Sara Forestier. Em cores/112’.

Sinopse

Sinopse

Com a popularização das filmadoras portáteis, um grupo de amigos decide criar seu próprio canal de televisão e, sobretudo, fazer uma revolução. Assim nasce a “Télé Gaucho”, anarquista e provocadora.
  • Astérix e os Vikings
  • Astérix e os Vikings
  • Astérix e os Vikings
  • Astérix e os Vikings
  • Astérix e os Vikings

Astérix e os Vikings

Astérix et les Vikings (Dinamarca, França 2006). Com Sara Forestier. Em cores/78’.

Sinopse

Sinopse

De Stefan Fjeldmark e Jesper Møller.


A pequena aldeia gaulesa acolhe o irreverente sobrinho do chefe, e Asterix e Obelix são encarregados de fazer dele um homem. Este adolescente arrogante e medroso está prestes a passar por um tratamento de choque, mas que não irá servir de muito...

  • Batalhas de amor
  • Batalhas de amor
  • Batalhas de amor

Batalhas de amor

Mes séances de lutte (França 2013). De Jacques Doillon. Com James Thiérrée, Sara Forestier. Em cores/103’.

Sinopse

Sinopse

A disputa verbal de um casal se intensifica com empurrões, socos e agressões, até o ponto onde as frequentes sessões de combates se tornam verdadeiras batalhas amor.
  • Beleza Francesa
  • Beleza Francesa

Beleza Francesa

French Beauty (França, Grã-Bretanha (Reino Unido, UK) 2005). De Pascale Lamche. Com Juliette Binoche, Audrey Tautou, Brigitte Bardot, Catherine Deneuve, Jeanne Moreau, Sara Forestier. Em cores/68’.

Sinopse

Sinopse

Documentário que investiga o estatuto da beleza feminina no cinema e na cultura franceses. Através da exibição de trechos de filmes, imagens de arquivo e comerciais de televisão, o filme examina a relação entre o cinema e as indústrias de cosméticos, perfumes e moda. Depoimentos e imagens de ícones como Catherine Deneuve, Jeanne Moreau e Brigitte Bardot ilustram o glamour, o charme e a beleza das atrizes francesas.
Festival Varilux de Cinema Francês

Festival Varilux de Cinema Francês

(França 2011). De Abdellatif Kechiche, Alain Gagnol, François Ozon, Marc Fitoussi, Mia Hansen-Løve, Michel Leclerc, Pierre Salvadori. Com Audrey Tautou, Aure Atika, Catherine Deneuve, Fabrice Luchini, Gérard Depardieu, Isabelle Huppert, Jacques Gamblin, Jérémie Renier, Judith Godrèche, Karin Viard, Nathalie Baye, Sami Bouajila, Sandrine Bonnaire, Sara Forestier, Zinedine Soualem. Em cores/’.

Sinopse

Sinopse

Grandes nomes da cinematografia francesa; exibição de 10 filmes inéditos em 22 cidades; uma mostra em homenagem à atriz Sandrine Bonnaire com oito longas-metragens graças ao Institut Français; exibição de dois filmes ao ar livre e encontro profissional para discutir a distribuição cinematográfica entre o Brasil e a França: essa é a programação do Festival Varilux de Cinema Francês que acontece a partir de 8 de junho em 22 cidades brasileiras. O evento será simultâneo no Rio de Janeiro, São Paulo, Belém, Brasília, Campos, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, João Pessoa, Juiz de Fora, Macaé, Maceió, Natal, Porto Alegre, São Luís, Santos, Salvador, Recife e Vitória. Em Fortaleza, o festival acontece no período de 16 a 23, e em Belo Horizonte, entre 24 e 30 de junho.

Mais informações sobre a programação aqui.

  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres
  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres
  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres
  • Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres

Gainsbourg, o Homem que Amava as Mulheres

Gainsbourg, vie héroïque (França 2010). De Joann Sfar. Com Sara Forestier. Em cores/230’.

Sinopse

Sinopse


Filho de judeus russos, Lucien Ginsburg passa a infância na Paris dos anos 1940, ocupada pelos nazistas. Quando jovem, é um poeta tímido que oculta suas pinturas no quarto, logo abandonado em troca da agitação dos cabarés dos anos 60. De noite em noite, dá vazão a sua voz e a seu talento de vanguarda, que o transformam no ícone subversivo Serge Gainsbourg, um dos mais importantes cantores e poetas da língua francesa. Enquanto as criaturas que habitam seu mundo dançam de forma imaginária em seu entorno, sua verve encontra eco na vida boêmia e nos amores tumultuados que tem ao longo da vida.
* Indicado a Melhor Filme no César 2011.

  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016
  • Hell - Paris 75016

Hell - Paris 75016

Hell (França 2006). Com Nicolas Duvauchelle, Sara Forestier. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

De Bruno Chiche.


Baseado em livro de jovem garota que escandalizou a sociedade francesa, mostra as aventuras sexuais e semibiográficas de uma adolescente da alta sociedade em uma viagem às drogas e luxúria na alta roda européia.

  • M
  • M
  • M

M

(França 2016). De Sara Forestier. Com Jean-Pierre Léaud, Redouanne Harjane, Sara Forestier. Em cores/100’. Classificação etária Livre .

Sinopse

Sinopse

Mo é bonito, carismático, e tem o gosto por adrenalina. Ele corre clandestinamente. Quando ele conhece Lila, jovem e tímida, ele se apaixona no mesmo instante. Ele se agarra fortemente à ela, mas Lila não é capaz de imaginar que Mo carrega um segredo: ele não consegue ler.