Serge Avedikian

Serge Avedikian

Biografia

Serge Avédikian tem paralelamente uma carreira de ator, de diretor de teatro e de diretor de cinema. No cinema, <i>Cães ilhados</i> é seu terceiro filme de animação, depois de <i>Linha de vida</i> em 2003 e <i>Um belo dia</i> em 2005 que requerem técnicas similares. <br />Também realizou documentários de criação: <i>Sans retour possible</i>, <i>Que sont mes camarades devenus ?</i>, <i>Irina Brook</i>, <i>Le Plaisir contagieux</i> e, mais recentemente, <i>Bebemos a mesma água</i>, que saiu em 2008. <br />Tem também um acervo com numerosos curtas e médias-metragens (<i>Bom dia Senhor</i>, <i>Adeus Madame</i>, <i>Senhoras e Senhores</i>, <i>Missão cumprida</i>) bem como poemas cinematográficos (<i>Conheci bem o Sol</i>, <i>O quinto sonho</i>, <i>Lux aeterna</i>, <i>Terra Emota</i>). <br />Atualmente trabalha no seu primeiro longa-metragem de ficção, <i>Le Dernier Round</i>.




Participação nos filmes

Adeus Madame

Adeus Madame

Au revoir Madame (França 1996). De Serge Avedikian. Em cores/15’.

Sinopse

Sinopse


Noite de Páscoa. Na sala dos fundos de um bar, Hagop perde no jogo. Em casa, Jacqueline perde sua mãe na presença de Maryame, que está perdendo a memória. Ela não sabe onde mora. Jacqueline e Maryame esperam. Hagop chega. Maryame não mora lá e Hagop concorda em levá-la pra casa. Hagop e Maryame partem. Enquanto ele quer achar a casa rapidamente, ela se entrega à sua loucura. Nada mais dá certo.

  • Armênia
  • Armênia
  • Armênia
  • Armênia
  • Armênia

Armênia

Le Voyage en Arménie (Armênia, França 2006). De Robert Guédiguian. Com Ariane Ascaride, Gérard Meylan, Jalil Lespert, Jean-Pierre Darroussin, Serge Avedikian, Simon Abkarian. Em cores/125’.

Sinopse

Sinopse


Anna, uma cardiologista, descobre que seu pai, Barsam, tem um problema sério no coração. Ela lhe avisa que apenas uma cirurgia poderá salvá-lo. Mas Barsam ignora o conselho da filha, com quem não se dá bem. Ele resolve abandonar a França e passar o resto de seus dias em seu país natal, a Armênia. Preocupada, Anna decide ir atrás do pai. Sem conhecer o lugar e sem falar uma palavra da língua local, ela logo se arrepende da aventura. Mas, aos poucos, a bondade dos habitantes quebra a sua resistência. E a busca pelo pai acaba se transformando em uma experiência especial para ela.

  • Bebemos a mesma água
  • Bebemos a mesma água
  • Bebemos a mesma água

Bebemos a mesma água

Nous avons bu la même eau (França 2007). De Serge Avedikian. Em cores/72’.

Sinopse

Sinopse


Em 1987, quando Serge Avedikian foi convidado para o Festival de Teatro de Istambul, cruzou o Mar de Mármara para procurar Soloz, a cidadezinha onde seu avô armênio um dia viveu. O dia que ele passou nessa cidade o deixou com memórias que o assombram. Imagens incompletas permaneceram, revelando resquícios da comunidade armênia expulsa em 1922: uma igreja demolida e algumas belas lápides, espalhadas pela cidade ou sendo usadas para outros propósitos. O diálogo que foi começado com os habitantes em 1987 também foi interrompido. Em 2006, quase 20 anos depois, ele retorna à vila de Soloz com a intenção de quebrar o tabu profundo que separa turcos e armênios. /p>

Bom dia Senhor

Bom dia Senhor

Bonjour Monsieur (França 1990). De Serge Avedikian. Em cores/10’.

Sinopse

Sinopse

Quatro amigos se reúnem ao redor de uma mesa de festa. Eles conversam sobre o passado e encarnam as personagens de suas histórias em um flashback imaginário. Uma história de estranhos. Uma máquina de costura que devemos procurar na estação. Mas o que fazer quando alguém se chama Kylechian?
Conheci bem o Sol

Conheci bem o Sol

J'ai bien connu le Soleil (França 1990). De Serge Avedikian. Em cores/15’.

Sinopse

Sinopse


Um homem questiona o sentido de sua vida. Ele deixa suas emoções e memórias de lugares para trás e gradualmente mergulha em seu mundo particular. Trechos do livro La Confession Publique, de Andre de Ruchaud, pontuam sua jornada ao interior da alma.

  • Frango com Ameixas
  • Frango com Ameixas
  • Frango com Ameixas
  • Frango com Ameixas
  • Frango com Ameixas

Frango com Ameixas

Poulet aux prunes (Alemanha, França 2011). De Marjane Satrapi, Vincent Paronnaud. Com Chiara Mastroianni, Didier Flamand, Edouard Baer, Eric Caravaca, Jamel Debbouze, Mathieu Amalric, Rona Harter, Serge Avedikian. Em cores/91’.

Sinopse

Sinopse


Teerã, 1958. Nasser Ali Khan, o mais célebre dos violinistas, vê seu amado instrumento ser quebrado. Incapaz de achar outro para substituí-lo, a vida sem música lhe parece intolerável. Ele passa seus dias na cama e se afunda cada vez mais em devaneios que vão da sua juventude ao futuro dos seus filhos. No decorrer das semanas que se seguem, e enquanto os pedaços dessa história se encaixam, seu doloroso segredo é revelado, assim como evolui sua decisão de abrir mão da vida pela música e pelo amor.

  • História de cão
  • História de cão

História de cão

Chienne d'histoire (França 2010). De Serge Avedikian. Em cores/15’.

Sinopse

Sinopse


Constantinopla, 1910. Tem vira-lata demais vagabundeando nas ruas da cidade. O governo recém-empossado, influenciado por um modelo de sociedade ocidental, consulta peritos europeus sobre os meios para se livrar destes cachorros todos, e acaba decidindo sozinho deportar trinta mil cães para um ilha deserta ao largo da cidade. Através do duplo olhar de uma cadela que acaba de parir e do policial que a prende, segue-se o exílio forçado destes cães cuja maioria vai morrer de fome e de sede. * Palma de Ouro, Festival International du Film de Cannes, 2010 *

Com MyFrenchFilmFestival.com e graças à Unifrance, venha descobrir este filme gratuitamente na Internet em vídeo sob encomenda (VoD), do 14 ao 29 de Janeiro! Mais informações aqui.

Le Pull Over Rouge

Le Pull Over Rouge

(França 1979). De Michel Drach. Com Michelle Marquais, Serge Avedikian. Em cores/112’. Classificação etária 16anos.

Sinopse

Sinopse

Christian Ranucci, vinte e dois anos, é declarado culpado pelo estupro e assassinato de uma menina. Apesar de não haver provas irrefutáveis, das lacunas e dos erros da investigação, ele é guilhotinado em 28 de julho de 1976 às 4h13, no pátio da prisão de Baumettes. O filme de Michel Drach é a autêntica autópsia de um caso judicial. Para além do caso particular de Christian Ranucci, é uma excelente lição sobre a falibilidade da justiça dos homens...
  • Linha de vida
  • Linha de vida

Linha de vida

Ligne de vie (França 2002). De Serge Avedikian. Em cores/13’. Classificação etária 12 anos.

Sinopse

Sinopse


Frente aos absurdos e horrores de um campo de concentração, os desenhos de um prisioneiro representam o último testemunho de sua vida para seus companheiros. Uma noite, enquanto desenha, ele é surpreendido com um guarda.

Lux Aeterna

Lux Aeterna

(França 1999). De Serge Avedikian. Em preto e branco/11’.

Sinopse

Sinopse


No dia 7 de dezembro de 1988, às 11h41, um terremoto terrível devastou uma região inteira na segunda maior cidade da Armênia, Leninakan. Poucas horas depois, um jovem rapaz começou a filmar a destruição em preto-e-branco com sua câmera Super-8. Baseado nestas imagens não publicadas, o filme é um poema sobre a dor indescritível do homem.