Mediacine
Destaques da semana

SELEÇÃO OFICIAL DE CANNES 2017

Grandes nomes da cinematografia contemporânea integram a Seleção Oficial da 70ª edição do Festival de Cannes, que vai acontecer de 17 a 28 de maio. Ao todo, 18 filmes vão disputar a Palma de Ouro, nenhum latino americano. Embora o Brasil, que brilhou em 2016 com Aquarius de Kléber Mendonça Filho, não participe da disputa principal, Vazio Do Lado de Fora de Eduardo Brandão Pinto (Universidade Federal Fluminense) competirá na Seleção Cinéfondation, voltada a curtas-metragens produzidos em escolas de cinema com o objetivo de encontrar novos talentos. Outra novidade é que a atriz Sandrine Kiberlain será a presidente do júri da Câmera de Ouro, função já desempenhada por nomes como Wim WendersTim RothAbbas KiarostamiAgnès Varda e o brasileiro Cacá Diegues. O júri da Câmera de Ouro é responsável pela escolha do melhor primeiro longa metragem da Seleção Oficial, da Quinzena dos realizadores e da Semana da Crítica. O presidente do júri principal será o espanhol Pedro Almodóvar.


PARTICIPAÇÃO FRANCESA NO FESTIVAL É TUDO VERDADE

A 22ª edição do festival internacional de documentários É Tudo Verdade acontecerá simultaneamente no Rio de Janeiro e em São Paulo até 30 de Abril, com itinerância em três outras capitais (Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre). Ao todo, são 82 documentários de 30 países, sendo 16 estreias mundiais, uma retrospectiva internacional com destaque para os marcos da produção soviética à ocasião dos 100 anos da Revolução Russa, e outra nacional, destacando a obra de Sérgio Muniz. Nas mostras competitivas participam as obras francesas Paris é uma Festa – Um Filme em 18 Ondas de Sylvain George na Competição de longas-metragens internacionais e Olhos nos Olhos de Angelo Caperna na competição internacional de curtas. Nas mostras não competitivas estão incluídos Eu, um negro de Jean Rouch, a coprodução França/Palestina/Suíça/Catar Caçando Fantasmas de Raed Andoni e A Batalha de Florange de Jean-Claude Poirson. Além disso, a francesa Anne Georget fará parte do júri. Dirigente da sociedade francesa de autores La Scam e documentarista há mais de 20 anos, ela realiza uma obra focada na ética e na preservação dos valores humanistas. Ainda no âmbito do evento, ela participará de uma conferência no Centro Cultural São Paulo, onde partilhará ao lado de Sylvio Back (cineasta e presidente da Diretores Brasileiros de Cinema e do Audiovisual - DBCA), experiências na defesa dos direitos dos autores de obras audiovisuais após a revolução digital. Apoio: Institut Français do Brasil e Embaixada da França no Brasil


PROGRAMA ANNECY GOES TO CANNES LEVA PROJETOS BRASILEIROS AO FESTIVAL

O dispositivo Goes to Cannes oferece a festivais renomados a possibilidade de organizar projeções de filmes em pós-produção para que encontrem vendedores e distribuidores e ganhem a atenção do circuito internacional. O Festival de Annecy e seu mercado, o MIFA, passaram a integrar o programa em 2016 e este ano levarão dois filmes brasileiros ao tradicional festival francês, que vai acontecer de 17 a 28 de maio: Nimuendaju de Tania Anaya e Tito e os pássaros de Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto. A lista completa das obras selecionadas está disponível aqui.


ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O LABORATÓRIO DE ROTEIRO DO FESTIVAL VARILUX 2017

O Festival Varilux de Cinema Francês promoverá, entre os dias 5 e 9 de junho no Rio de Janeiro, o Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros. As inscrições para concorrer a uma vaga já estão abertas no site do festival. Os selecionados terão a oportunidade de desenvolver seus projetos de escrita, com foco em roteiros de longas-metragens e séries de TV. O curso contará com especialistas franceses do Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (CEEA) sob a coordenação de François Sauvagnardes, especialista em ficção e diretor geral do FIPA. Consulte o regulamento aqui. A edição 2017 do Festival Varilux de Cinema Francês acontece em mais de 55 cidades brasileiras, entre 7 e 21 de junho.    


DIRETOR GERAL DO CNC PARTICIPA DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL ORGANIZADO PELA ANCINE

Seminário Internacional Audiovisual: Regulação e Fomento, do Cinema ao VoD reuniu ontem no Rio de Janeiro, autoridades do Brasil, França e Alemanha para debater as diretrizes de expansão e proteção do audiovisual. Christophe Tardieu, Diretor Geral Delegado do CNC - Centro Nacional do Cinema e Peter Dinges, presidente do FFA - Fundo Federal Alemão de Apoio ao Audiovisual participaram dois paineis Políticas nacionais, pluralismo e desenvolvimento: o papel da regulação e do fomento audiovisual e Serviços de vídeo sob demanda: impactos, desafios e oportunidades para os países e os agentes econômicos. No primeiro foram discutidos novos aspectos dos setores de produção, distribuição e exibição e apresentadas práticas utilizadas em regulação e fomento tanto na França quanto na Alemanha. Visando desenvolver uma política de internacionalização do audiovisual, o painel abordou também a relevância de agendas mútuas de cooperação. No segundo, o foco da discussão foram as diferentes práticas de mercado e as opções normativas dos Estados para a plena e justa circulação das obras para o VoD, buscando  entender como a regulação do novo serviço pode impactar políticas públicas e o desenvolvimento do setor audiovisual. Christophe Tardieu apresentou os mecanismos de incentivo ao setor audiovisual na França, destacando os pontos comuns com o modelo brasileiro. Convidado pela ANCINE, ele veio ao Brasil especialmente para participar do evento e aproveitou sua presença para parabenizar o presidente da ANCINE, Manoel Rangel, por sua atuação à frente da Agência.


4ª EDIÇÃO DO FESTIVAL VEROUVINDO EM RECIFE

Entre os dias 21 e 30 de abril, o Cinema do Museu da Fundação Joaquim Nabuco e o Cinema São Luiz em Recife, recebem a quarta edição do VerOuvindo, que acontece em paralelo ao Encontro Internacional de Audiodescrição. Serão dez dias dedicados ao cinema com acessibilidade comunicacional, em que as pessoas com ou sem deficiência têm a chance de experienciar, opinar e interagir com a sétima arte. A acessibilidade comunicacional foi estendida a todas as pessoas com deficiência sensorial, com a inclusão da legenda para surdos e ensurdecidos (LSE), ampliando o caráter de formação de público e contribuindo para experimentos das tecnologias assistivas na sala de cinema.  Além de manter o formato da programação das edições anteriores, este ano o VerOuvindo incentiva mais fortemente a formação de profissionais da área da acessibilidade. A descritora de imagem francesa Marie Gaumy ministrará uma master class sobre o Uso da Linguagem cinematográfica no roteiro de audiodescrição. Inicialmente realizadora de filmes documentários, ela se formou em audiodescrição, descobrindo assim essa maneira de transmitir filmes invertidos, da imagem à palavra, que acabou se tornando sua segunda profissão. Hoje, ela trabalha com autores e técnicos independentes que defendem um trabalho artesanal em vez de uma prestação em cadeia respondendo apenas a uma quota de obrigatória de “acessibilidade cultural”. A entrada é franca e a programação completa pode ser acessada aqui. O festival disponibiliza também algumas versões sonoras de fotografias do artista Zeno Albuquerque. Apoio: Institut Français do Brasil e Consulado da França em Recife em parceria com a Aliança Francesa.


LOBO FEST - FESTIVAL INTERNACIONAL DE FILMES CURTÍSSIMOS

Começa hoje e vai até o dia 23 a 9ª edição do Lobo Fest – Festival Internacional de Filmes Curtíssimos, que volta em 2017 com programação ampliada e novo nome. O evento, que é parte das comemorações oficiais do aniversário de Brasília, ocupará o Cine Brasília com 185 produções nacionais e internacionais distribuídas em duas mostras competitivas e nove mostras paralelas com curtíssimos, curtas e longas-metragens. Ao todo, 26 obras francesas estarão distribuídas entre as mostras Narrativas do Mundo, Curtíssimos AnimaMundo, Curtas Narrativas Ousadas, Do outro lado do Espelho eMostra Infantil Magia e Encantamento. Esta última é composta por animações destacadas no Festival de Annecy e curtas produzidos por alunos da Escola de Gobelins, em Paris. Além disso, o longa francês de animação Adama de Simon Rouby ganha exibição especial neste sábado (22 de abril) às 10 da manhã. A programação completa está disponível aqui.


EXIBIÇÃO DE MERCI PATRON! NA ALIANÇA FRANCESA DE BOTAFOGO

No dia 2 de maio, dia seguinte ao Dia do Trabalhador, a Aliança Francesa de Botafogo exibirá às 18h30 o filme Merci Patron! de François Ruffin, que acaba de receber o César de melhor filme documental. A obra conta a história do casal Jocelyne e Serge Klur, trabalhadores de uma fábrica que produzia ternos para a grife Kenzo. A célebre marca passa a produção para a Polônia e a fábrica em que o casal trabalhava fecha as portas. Ambos se veem desempregados e endividados, até que o jornalista e fundador do jornal Fakir, François Ruffin bate em sua porta prometendo salvá-los. Assista ao trailer aqui. A entrada é franca. Para consultar toda a programação cultural de outono da Aliança Francesa clique aqui.


SÉRGIO SÁ LEITÃO É APROVADO COMO DIRETOR DA ANCINE

O jornalista teve sua indicação à diretoria da Ancine aprovada pelo Senado e substituirá Rosana Alcântara, cujo mandato se encerrou no dia 4 de fevereiro. já havia passado pela Ancine em 2007, quando foi assessor da diretoria. No ano seguinte assumiu por pouco tempo a direção da Agência, deixando o cargo no mesmo ano para presidir a RioFilme, função que exerceu até 2014. Parte do mandato foi acumulado com o de Secretário Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, que exerceu de 2012 a 2015. Foi também chefe de gabinete do ministro da Cultura, na gestão Gilberto Gil, entre 2003 e 2006. Recentemente, ocupava o cargo de CEO da produtora Escarlate Audiovisual e de diretor do Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro. Em maio, será a vez de Manoel Rangel deixar a Agência depois de 12 anos à frente da presidência. O cineasta e atual secretário-executivo do Ministério da Cultura João Batista de Andrade foi convidado a substitui-lo, mas a indicação ainda precisa ser sancionada pelo presidente e aprovada pelos senadores em plenário.


LIVRO DE FERNANDO MORAIS VAI VIRAR FILME SOB DIREÇÃO DO FRANCÊS OLIVIER ASSAYAS

Os últimos soldados da Guerra Fria de Fernando Morais (autor de Chatô, o rei do Brasil) será adaptado para o cinema pelas mãos do francês Olivier Assayas, diretor de Personal shopper (2016) e Acima das nuvens (2014). Intitulado de Wasp Network, o longa contará a história real da Rede Vespa, um grupo de agentes secretos infiltrados nos EUA com o objetivo de monitorar grupos anticastristas na Flórida para de colher informações de forma a evitar ataques terroristas ao território cubano. Rodrigo Teixeira, da RT Features, está a cargo da produção em parceria com a francesa CG Cinéma. Ainda não há uma data de lançamento, mas a previsão é que as filmagens comecem no fim deste ano ou no começo de 2018.


Cinemaison no Rio de Janeiro

24.04 Mostra de Cinema Belga

O Cinemaison traz na próxima segunda a Mostra de Cinema Belga, em parceria com o Consulado Geral da Bélgica no Rio de Janeiro. O público poderá desfrutar de uma seleção do que há de mais refinado no cinema contemporâneo da Bélgica. A programação é composta por Viva Riva!, drama passado no Congo com direção de Djo Tunda Wa Munga; Nem o Céu Nem a Terra de Clément Cogitore e Thomas Bidegain, destaque na Semaine de la Critique do Festival de Cannes de 2015 e com uma indicação ao César; 40 - Amor, comédia dramática com de direção de Stéphane Demoustier e  no elenco Olivier Gourmet e Valeria Bruni Tedeschi e, por fim, A Noiva de Tóquio de Stefan Liberski, um dos grandes destaques da Francofonia desse ano. Consulte aqui os horários das sessões.


Ciné Le Corbusier em Brasília
Cavalleria Rusticana

26/04 às 19h Opéra Cavalleria Rusticana

Em /74’. Seleção Ópera na Tela. De Pietro Mascagni (1863-1945). Festival de Pascoa de Salzburgo. Maestro: Christian Thielemann. Diretor: Philippe Stözl. Elenco Jonas Kaufmann, Annalisa Stroppa e Ambrogio Maestri. Sinopse: Turiddu fica noivo de Lola antes de partir em uma missão militar. Lola não o espera e casa-se com o carroceiro Alfio. Ao retornar, Turiddu seduz Santuzza, mas se torna amante de Lola. Santuzza vê Alfio e lhe conta sobre a traição. O carroceiro jura vingança e desafia Turiddu para um duelo que culmina na morte do traidor.


Pagliacci

03/05 às 19h Opéra Pagliacci

Em /86’. Seleção Ópera na Tela. De Ruggiero Leoncavallo (1858-1919). Festival de Pascoa de Salzburgo. Maestro Christian Thielemann. Direção Philippe Stözl. Elenco Jonas Kaufmann, Maria Agresta e Tansel Akzeybek. Sinopse: A companhia teatral I Pagliacci chega a uma aldeia na Calábria, na Itália. Nedda, a jovem esposa de Cânio, tem um romance com Silvio e promete fugir com ele naquela noite após o espetáculo. Apaixonado por Nedda, o comediante Tonio alerta Cânio, que pega a esposa em flagrante. Durante a encenação, Cânio enlouquecido pelo ciúme mata Nedda e Silvio.


Em cartaz no Brasil
O novato

20.04 O Novato

Le nouveau (França 2015). De Rudi Rosenberg. Comédia dramatica em cores/81’. Classificação etária 10. 
Benoit tem 14 anos que acabou de se mudar para a cidade de Paris. No novo colégio, as coisas começam mal quando ele passa a sofrer bullying por um grupo de populares arrogantes. Determinado ele decide organizar uma festa, mas apenas três estudantes nerds do colégio aparecem. E se eles formassem a melhor gangue de todas?
Distribuição: Bonfilm


Além da ilusão

27.04 Além da Ilusão

Planetarium (Bélgica, França 2016). De Rebecca Zlotowski. Com Natalie Portman. Drama em /105’. 
Na Paris dos anos 1930, duas jovens espíritas americanas estão terminando sua turnê mundial quando são contratadas por um poderoso produtor de cinema francês.
Distribuição: Mares Filmes

 


O grande dia

27.04 O Grande Dia

Le grand jour (França 2016). De Pascal Plisson. Documentário em /89’.
Quatro jovens de Cuba, Índia, Mongólia e Uganda têm em comum o desejo de vencer e superar os muitos obstáculos que a vida lhes impõe.
Distribuição: Imovision


Reset

27.04 Reset

Relève: Histoire d'une création (França 2017). De Thierry Demaizière e Alban Teurlai. Documentário em /110’.
Um retrato sobre o renomado coreógrafo e dançarino Benjamin Millepied, também conhecido pelas coreografias em Cisne Negro, enquanto ele tenta rejuvenescer o balé de Paris na sua nova posição de diretor.
Distribuição: Fênix Filmes


Na França

DIA DE ESTUDOS: O CINEMA LATINO-AMERICANO E A FRANÇA

Acontece hoje na Maison de l’Amérique latine em Paris, um dia dedicado aos estudos em torno do cinema latino-americano na França. O evento é organizado pelo departamento América Latina Centro de pesquisa aplicada em culturas contemporâneas do Institut Supérieur des Arts (IESA). O cineasta brasileiro João Paulo Miranda, premiado em Cannes, falará de sua experiência e da situação do cinema brasileiro atual. Ele desenvolve, em sua residência na Cinéfondation, o projeto de seu primeiro longa-metragem, em coprodução com a França. Também estão previstas discussões sobre os diferentes cinemas latinos contemporâneos bem como uma perspectiva histórica em presença de Cédric Lépine, especialista no assunto; sobre os diferentes caminhos para se fabricar um filme latino-americano na França, como se organiza a produção e realização para obras de cineastas da América Latina em território francês, quais fundos, fóruns e laboratórios existem para estes profissionais, como se organiza a Fabrique des cinémas du monde e a residência da Cinéfondation (Festival de Cannes), com a participação de Séverine Roinssard, diretora da Parati Films e professora do IESA; e sobre a distribuição dos filmes latinos na França, as tendências do mercado francês, os festivais e as estreias em salas e a evolução dos últimos anos com Isabelle Buron, responsável de imprensa do Cinelatino. A programação completa está disponível aqui


283 LONGAS METRAGENS PRODUZIDOS PELA FRANÇA EM 2016

Deste montante, 221 produções são de iniciativa francesa (FIF - 13 a menos que 2015) e 62 são produções minoritárias (4 a menos que o ano anterior). Os números confirmam que a produção de filmes na França evolui em ritmo invejável, registrando apenas uma ligeira desaceleração (-5,7%) no número de filmes produzidos em relação ao recorde de 2015 (300), mas ainda assim estabelecendo o segundo recorde de produção desde 1952. Marca do cinema francês, a renovação de talentos permanece assegurada com 80 primeiros longa metragens (32,6 % dirigidos por mulheres) e 34 segundos longas entre os 221 FIF produzidos em 2016. A abertura para o mundo da indústria cinematográfica continua forte com 124 filmes coproduzidos em parceria com 40 diferentes países, sendo metade deles coproduções majoritariamente francesas. Uma queda diante do recorde de 142 coproduções em 2015. Em relação ao financiamento, os investimentos seguem o cenário positivo com um aumento (+13,4% em relação a 2015) pelo segundo ano consecutivo, após quatro anos de queda, chegando a 1,388 bilhões de euros dos quais 1,16 bilhões são investimentos franceses. Dados: relatório 2016 do CNC.


FRANCE MÉDIAS MONDE E ATOUT FRANCE ASSINAM ACORDO DE PARCERIA

Marie-Christine Saragosse, presidente da France Médias Monde, e Christian Mantei, diretor geral da Atout France – a Agência de Desenvolvimento Turístico da França, assinaram o acordo visando desenvolver projetos de colaboração para reforçar a atratividade da França. A Atout France poderá transmitir, livre de direitos, os conteúdos dos canais da France Médias Monde em suportes digitais, sobretudo no site France.fr. As empresas estudarão também a implementação de campanhas digitais em áreas geográficas definidas, a fim de transmitir mensagens pensadas de acordo com as audiências e línguas. Além disso, os dois parceiros visam trabalhar mais de perto em eventos internacionais onde já estão presentes separadamente de modo a implementar uma presença comum. Outros projetos estão igualmente previstos como trocas entre as empresa, visando à implementação mundial de ambas, ou ainda a possibilidade de France Médias Monde realizar conteúdos audiovisuais encomendados. O grupo France Médias Monde está presente no Brasil através do famoso canal TV5Monde Brasil e da rádio RFI, que transmite uma programação para o mundo inteiro, 24 horas por dia, em 13 idiomas – incluindo o português. Os programas em português da RFI Brasil são produzidos por uma equipe de brasileiros que vive em Paris. Já a Atout France conta com um escritório instalado em São Paulo, onde se encontram profissionais que promovem a ida de visitantes e profissionais interessados em fazer negócio na França. 


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.