Mediacine
Destaques da semana

ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE ANCINE E CNC É FIRMADO DURANTE O RIO CONTENT MARKET

No âmbito do Rio Content Market 2017, a Presidente do Centre National du Cinéma et de l’image animée (CNC), Frédérique Bredin, assinou no dia 8 de março, ao lado do diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel, um protocolo de cooperação audiovisual entre o Brasil e França. Com a assinatura deste protocolo, o CNC e a ANCINE se comprometem em estabelecer uma política de cooperação estreita, que se concretiza com varias ações, principalmente através de encontros regulares para dialogar tanto sobre assuntos que dizem respeito ao  cinema e  audiovisual quanto sobre as políticas de apoio, programas e planos estratégicos desenvolvidos pelas duas instituções. Também, serão trocados os estudos e estatísticas realizados no setor audiovisual por ambas partes, alguns podendo ser financiados conjuntamente. Serão organizadas trocas de profissionais de cargos similares entre ambas instituições. Além disso,  o protocolo prevê o uso da imagem no processo educativo. Para isso, o CNC se compromete em compartilhar sua experiência no âmbito das formações profissionais e dispositivos escolares. Também, o CNC e a ANCINE unirão seus esforços na luta contra a pirataria das obras  cinematográficas, que constitui uma ameaça para suas industrias nacionais. Este protocolo aponta para a assinatura futura de um acordo que facilitará as coproduções audiovisuais entre o Brasil e a França, flexibilizando as legislações nacionais dos dois países. Se confirmado, este será o segundo acordo de coprodução audiovisual firmado pela França, sendo o primeiro assinado há mais de 30 anos com o Canadá. A iniciativa formaliza a relação bilateral conservada entre ambos os países no sistema audiovisual após uma aproximação iniciada há 3 anos através de encontros regulares entre Bredin e Rangel. Os últimos grandes encontros tiveram lugar no Festival de Toulouse de 2016 e no recente Festival de Berlim. Levando em conta que as instituções tem missões similares de apoio ao setor cinematográfico e audiovisual, os dirigentes da ANCINE e do CNC passaram a considerar que as trocas culturais entre ambos paises deviam ser estimuladas no setor. Frédérique Bredin fez também uma apresentação do CNC à ocasião de 70 anos da instituição e homenageou o trabalho de Rangel, que viabilizou, da parte brasileira, a aproximação entre o Brasil e França ao longo de seus três mandatos à frente da ANCINE

 


PROGRAMAÇÃO AUDIOVISUAL EM MARÇO: O MÊS DA FRANCOFONIA

Celebrado anualmente, o Mês da Francofonia tem como objetivo divulgar as culturas dos países que integram a Organização Internacional da Francofonia (OIF). Para isso, uma programação composta de eventos culturais foi organizada por todo Brasil. Em termos de audiovisual, no Estado do Rio de Janeiro vai acontecer a Mostra de Filmes Francófonos 2017, entre 20 e 24 de março no Cinemaison, o Cineclube Consulado da França no Rio, e na Aliança Francesa do Rio de Janeiro. A mostra trará uma seleção de filmes inéditos no Brasil, de modo a destacar a pluralidade da língua francesa e sua influência cultural. No dia 20 de março, à ocasião de abertura da Festa da Francofonia, está programado um debate sobre a adaptação cinematográfica de obras literárias às 17 horas no Cinemaison, em presença de Delphine Coulin e Paulo Lins (autor do livro Cidade de Deus), com mediação de Laurent Desbois, professor e autor de A Odisseia do cinema brasileiro. Às 19 horas, o filme Voir du Pays de Delphine Muriel Coulin, vencedor do prêmio de melhor roteiro da seleção Un certain regard no Festival de Cannes 2016, será projetado no Cinemaison. O evento de abertura está disponível aqui e a programação completa aquiEm paralelo, em São Paulo serão organizadas duas sessões do filme Samba de Olivier Nakache e Éric Toledano: a primeira no dia 21 de março na Aliança Francesa do Centro e no dia seguinte, ao ar livre, na Cinemateca Brasileira em presença da Delphine Coulin, autora do livro Samba pour la France e roteirista do filme. No dia 23 de março, o filme Voir de Pays de será projetado no Centro de Pesquisa e Formação do SESC, também em presença de Delphine. Por fim, entre os dias 24 de março e 8 de abril vai acontecer a mostra de filmes Francofonia e Migrações no SESC Vila Mariana. Em Belo Horizonte, terá lugar a Mostra de Cinema Francófono [Focus Bélgica] no MIS - Cine Santa Teresa, do dia 22 de março até  1 de abril.  A programação completa com as atividades organizadas para o Mês da Francofonia está disponível aqui. Apoio: Institut Français e Aliança Francesa.

 


PARTICIPAÇÃO FRANCESA NO RIO CONTENT MARKET

Se encerrou na última sexta-feira a edição 2017 do Rio Content Market. A Delegação Francesa de produtores, distribuidores e representantes dos principais canais de televisão do país marcou presença ao longo dos quatro dias de evento. As empresas Dandelooo, De Films en Aiguille, Unité de Production, Decia Films, Gédéon Programmes, Bonne Pioche e Day For Night Production participaram de duas sessões de one-to-one meetings com empresas brasileiras. Além das rodadas de negócio exclusivas, os produtores da Delegação Oficial Francesa falaram sobre as oportunidades de coprodução no país e seu interesse no mercado internacional no segundo dia do mercado no painel «  Com a palavra à Delegação francesa ». Executivos da France Télévision, Canal+, Studio+ e France Ô participaram de entrevistas onde apresentaram a linha editorial de seus canais bem como seus mecanismos de coprodução e aquisição internacional de conteúdo. O catálogo com os perfis de todos os participantes da Delegação Francesa que estiveram presentes no evento está disponível aqui.


29ª EDIÇÃO DO CinElatino

Cinelatino - Rencontres de Toulouse 2017 será realizado entre os dias 17 e 26 de março. O festival que apresenta filmes de diretores latino-americanos contará com 21 obras brasileiras, entre elas Sexo, pregações e política de Aude Chevalier-Beaumel e Michael Gimenez e Histórias que nosso cinema (não) contava de Fernanda Pessoa, ambos na competição pelo prêmio de melhor documentário; Era o Hotel Cambridge de Eliane Caffé e Não devore meu coração de Felipe Bragança na competição de longa-metragem de ficção; e O delírio é a redenção dos aflitos de Felipe Fernandes e Rosinha de Gui Campos na competição de curtas-metragens. Além disso, o Cinelatino e o Festival de San Sebastian desenvolveram em parceria o programa Cinéma en Construction, voltado à longas-metragens independentes de ficção que tenham sido forçados a interromper seu curso na fase de pós-produção por carecerem de recursos. O programa viabiliza a finalização destes filmes e realiza sua promoção em nível internacional. Para a edição deste ano, foram inscritos 198 longas metragens de 17 diferentes países. Entre os seis projetos selecionados, está Meio Irmão de Eliane Coster. O Cine en Construcción vai acontecer nos dias 23 e 24 de março durante o Festival Cinelátino Rencontres de Toulouse.

 

 


Programa “Encontros com o Cinema Brasileiro” divulga filmes selecionados para edição com o Festival de Cannes

Uma iniciativa da ANCINE, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores, e com o apoio do Cinema do Brasil, o programa Encontros com o Cinema Brasileiro tem como objetivo aumentar a visibilidade do cinema brasileiro no mercado internacional ao trazer ao Brasil os curadores dos principais festivais de cinema do mundo para que possam conhecer os filmes nacionais de produção independente que têm possibilidade de fazer suas estreias internacionais dentro do período de realização desses festivais. Os filmes selecionados serão assistidos pelo curador da Seleção Oficial do Festival de Cannes, François-Michel Allegrini, e pela curadora da Quinzena dos Realizadores, Anne Delseth. São eles: Alguma coisa assim de Esmir Filho e Mariana Bastos, Azougue Nazaré de Tiago Melo,Construindo pontes de Heloisa Passos, Modo de produção de Dea Ferraz, Mormaço de Marina Meliande, Praça Paris de Lucia Murat, Amores de chumbo de Tuca Siqueira, Baronesa de Juliana Antunes, O último pajé de Luiz Bolognesi, Mar verde, terra preta de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira e Para'í de Vinicius Toro.

 


Cerimônia do César 2017

Principal premiação do cinema francês, a 42ª cerimônia do César concedeu à Elle de Paul Verhoeven o prêmio de melhor filme de 2016.  Isabelle Huppert conquistou seu segundo César de melhor atriz por sua atuação neste mesmo filme. Gaspar Ulliel venceu a disputa pelo prêmio de melhor ator por seu trabalho em Juste la fin du monde de Xavier Dolan, filme que também recebeu o César de melhor direção e montagem. Minha vida de abobrinha de Claude Barras foi escolhido o melhor filme de animação e melhor adaptação pelo roteiro de Céline Sciamma. Divines de Houda Benyamina também foi destaque: recebeu o prêmio de melhor primeiro filme, rendeu à Déborah Lukumuena o prêmio de melhor atriz coadjuvante e à Oulaya Amamra o César de melhor atriz revelação. A lista completa dos vencedores está disponível aqui.

 


O Apartamento de Asghar Farhadi recebe Oscar de melhor filme estrangeiro

O filme, que é uma coprodução entre a França e o Irã, derrotou Terra de minas de Martin Pieter Zandvliet (Dinamarca), Um homem chamado Ove de Hannes Holm (Suécia), Toni Erdmann de Maren Ade (Alemanha) e Tanna de Martin Butler (Austrália). Esta foi a segunda estatueta recebida por Farhadi, que já havia recebido o prêmio por A separação (2011).

 


IN-EDIT BRASIL ABRE INSCRIÇÕES

Estão abertas, até 31 de março, as inscrições para a 9ª edição do In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical, que acontecerá de 14 a 25 de junho, em São Paulo. O evento tem como objetivo fomentar a produção e a difusão de filmes documentários que tenham a música como elemento integrador. Os interessados devem preencher o formulário de inscrição e enviar uma cópia da obra para avaliação por meio de link protegido por senha, arquivo audiovisual com no máximo 2GB via WeTransfer ou similar ou cópia física. Para mais informações, leia o regulamento.


Inscrições abertas para o Urban FIlms Festival

Primeiro festival francês de curtas-metragens consagrado às culturas urbanas, o Urban Films Festival recebe inscrições até 30 de junho no próprio site do evento. Sua 12ª edição acontecerá em Paris entre os dias 6 e 8 de outubro. O festival é dedicado à cidade, às práticas e estilos de vida que dela emanam: história, dança, movimentos culturais, esportes... São aceitas histórias reais, ficções, dramas, comédias, isto é, os olhares mais diversos reunidos sob o denominador comum que é a rua. Assista ao vídeo de chamada às inscrições aqui. Entre os prêmios oferecidos, será oferecida transmissão no canal francês France ÔNo ano passado, o padrinho do Festival foi o célebre humorista e ator francês, Jamel Debbouze. Além disso, passaram pelo júri o diretor Pascal Tessaud e o Conselheiro de Programação do France Ô, Olivier Daube.


Cinemaison no Rio de Janeiro

7 E 14.03 MOSTRA “PLASTICIDADES ÓTICAS E INTENSIDADES SONORAS”

As sessões do Cinemaison retornaram dia 6 de março com uma seleção dos destaques do My French Film Festival de 2017. A programação continua com a mostra Plasticidades Óticas e Intensidades Sonoras, em parceria com o Risco de Cinema, o Cineclube do Consulado da França no Rio presta uma homenagem aos 20 anos do coletivo de cineastas parisiense Etna. Confira a programação completa aqui


Ciné Le Corbusier em Brasília
Um mundo com sede

22/03 ÀS 19H Um mundo com sede

La soif du monde (França 2013).

 Documentário em /90’.

De Yann Arthus-Bertrand, Mars Stanimirovic e Jean-Yves Robin. O famoso cineasta Yann Arthus-Bertrand se interessa por um dos principais problemas para a sobrevivência de populações: a Água. Filmado em 20 países, o documentario revela o mundo misterioso de água, graças a imagens aéreas espectaculares, feitas em áreas inacessíveis e raramente filmadas.


Os Sabores do Palácio

15/03 ÀS 19H Os Sabores do Palácio

Les Saveurs du Palais (França 2012).

 De Christian Vincent. Com Arthur DupontCatherine FrotHippolyte Girardot. Em Cores/95’.

A respeitada chef Hortense Laborie se assusta quando é escolhida pelo presidente para trabalhar no Palácio de Eliseu. Em princípio, Hortense é invejada e mal-vista pelos outros cozinheiros do palácio, porém, ela consegue contornar a situação com a sua personalidade forte. A autenticidade de seus pratos logo seduz o presidente, mas os bastidores do poder estarão repletos de armadilhas. Baseado na história real da cozinheira do presidente François Mitterand, o filme teve a ajuda técnica de famosos chefs franceses, como Guy Legay, do Hotel Ritz de Paris.


Em cartaz no Brasil
Os cowboys

16.03 Os Cowboys

Les cowboys (França 2015).

 De Thomas Bidegain. Com Finnegan Oldfield. Drama em cores/105’. 

Uma extensa planície, um encontro country western em algum lugar do leste da França. Alain é um dos pilares dessa comunidade. Ele dança com Kelly, sua filha de 16 anos, sob o olhar terno da esposa e do caçula Kid. Mas nesse dia, Kelly desaparece e a vida da família desmorona. Alain não vai desistir de procurá-la, perdendo o amor da família e tudo que possuía. Ele é lançado na violência do mundo. Um universo em plena mudança onde seu único apoio será seu filho Kid, que sacrifica sua juventude e embarca com o pai nessa busca sem fim.

Distribuição: Bonfilm


O filho de Joseph

16/03 O Filho de Joseph

Le fils de Joseph (Bélgica, França 2017).

 De Eugene Green. Em /115’. 

Vincent, um adolescente de 15 anos, foi criado com amor por sua mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, um editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas seu encontro com Joseph, um homem que vive à margem da sociedade, tem um profundo impacto em sua vida, assim como na vida de sua mãe.

Distribuição: Supo Mungam Films


Na vertical

16/03 Na Vertical

Rester vertical (França 2016).

 De Alain Guiraudie. Em /100’.

Leo está à procura de um lobo. Durante uma caminhada no sul da França conhece Marie, uma pastora de espírito livre e dinâmico. Nove meses depois, nasce o filho dos dois. Sofrendo de depressão pós-parto e sem fé em Leo, que vai e vem sem aviso, Marie os abandona. Leo encontra-se sozinho, com um bebê para cuidar. Através de uma série de encontros inesperados e incomuns, o filme apresenta várias camadas subjetivas que nos apresentam a natureza, o sexo, o onírico, a velhice, a morte, a complexidade da vida. Leo vai fazer o que for preciso para se manter de pé.

Distribuição: Zeta Filmes


Na França

13ª MOSTRA BRESIL EN MOUVEMENTS RECEBE INSCRIÇÕES

O evento busca filmes documentários recentes sobre o Brasil a fim de incentivar o diálogo e o conhecimento entre o país e a França. As inscrições podem ser feitas até 31 de março através do formulário que deve ser preenchido e assinado pelos diretores e detentores dos direitos autorais, em seguidaenviado ao e-mail bem@autresbresils.net. Além disso, uma cópia legendada do filme (DVD) deverá ser enviada pelo correio ao endereço: 21 ter rue Voltaire, 75011, Paris, FRANCE. O evento, organizado pela a associação Autres Brésils, acontecerá entre os dias 27 de setembro e 1 de outubro no Cinema La Clef em Paris. As projeções são seguidas de debates ou de encontros com os diretores. A mostra não inclui seções, competição ou entrega de prêmios.


Na América Latina

ANIMA CÓRDOBA BUSCA TRABALHOS DE ANIMAÇÃO PARA SUA 9ª EDIÇÃO

O Festival Internacional de Animação de Córdoba abriu inscrições para sua nona edição, que será realizada de 11 a 13 de outubro. Os interessados têm até 30 de maio para enviar seus projetos através do site. Serão recebidas obras realizadas a partir de janeiro de 2015 em qualquer técnica, formato e suporte para participar das categorias longa, média e curta metragens e animación por encargo. Uma atenção especial é dada à obras latino americanas, trabalhos inovadores e produções estudantis. Também estão abertas inscrições para participar do V Foro Acadêmico Internacional de Animação, que acontecerá nos dias 11 e 12 de outubro em paralelo ao festival.


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.