Mediacine
Destaques da semana

MENOS DE UMA SEMANA PARA O FESTIVAL VARILUX DE CINEMA FRANCÊS 2017

Prepare-se para se divertir, rir, chorar e se emocionar com o Festival Varilux de Cinema Francês deste ano! A edição 2017 começa em menos de uma semana, no dia 7 de junho, e vai até o dia 21 do mesmo mês. Pelo segundo ano consecutivo o festival terá duas semanas de duração e estará presente em mais de 55 cidades brasileiras. A programação deste ano é composta por 19 produções francesas. No dia 5 de junho, o Cinemaison abre as portas para uma noite especial dedicada a comédia em presença de duas convidadas do festival: a diretora Noémie Saglio e a atriz Camille Cottin. Serão exibidos os filmes Connasse de Noémie SaglioÉloïse Lang com Camille Cottin às 18h e Toute premère fois de Noémie Saglio e Maxime Govare às 20h. No dia 12 de junho, o Cinemaison exibe quatro filmes inéditos do festival: Na vertical de Alain Guiraudie às 13h, Amanhã de Cyril Dion e Mélanie Laurent às 15h, Tour de France de Rachid Djaïdani, em presença do ator e rapper Sadek, às 18h, e O Filho Uruguaio de Olivier Peyon, em presença do próprio Peyon e do ator Ramzy, na última sessão às 20h. A programação completa está disponível aqui.


FESTIVAL VARILUX 2017 TRAZ MOSTRA INÉDITA DE FILMES FRANCESES EM REALIDADE VIRTUAL A SP E AO RJ

O Festival Varilux (7 a 21 de junho) vai trazer uma Mostra inédita de filmes franceses com tecnologia de realidade virtual (VR) aos públicos paulista e carioca. As exibições acontecem entre 6 e 18 de junho em São Paulo e de 9 a 18 de junho no Rio de Janeiro. O evento conta com curadoria do especialista francês em VR Michel Reilhac, que participará de duas palestras sobre “A situação atual e as perspectivas da Realidade Virtual no mundo e no Brasil” ao lado do especialista brasileiro no assunto, Alexandre Calil. A primeira palestra está marcada para o dia 6 de junho às 10h no Centro Cultural São Paulo e a segunda acontece dia 9 de junho às 17h30 no Espaço Cultural A Maison do Consulado Geral da França no Rio de Janeiro. Nos dois dias das palestras, tanto no Centro Cultural São Paulo quanto no Espaço Cultural A Maison no Rio de Janeiro, estarão disponíveis ao público filmes e óculos de realidade virtual para que os espectadores tenham uma experiência verdadeiramente imersiva no mundo das obras. As obras, premiadas em renomados festivais internacionais (Marche du Filme de Cannes, Tribeca, Sundance, Festival de Filmes SXSW, etc), foram selecionadas para agradar a todo tipo de público, apresentando gêneros e temáticas variadas. Em São Paulo, os filmes também serão exibidos dia 7 de junho de 10h às 18h na Aliança Francesa de São Paulo (Centro) e entre 8 e 18 de junho no Cine Arte. No Rio de Janeiro, as exibições acontecem entre 10 e 18 de junho no Cine Odeon. Michel Reilhac é produtor e diretor de narrativas interativas e realidade virtual. Durante anos, foi diretor de cinema do canal ARTE France e atualmente lidera o Submarine Channel Amesterdam e faz intervenções como curador, conselheiro ou palestrante em festivais prestigiosos como Veneza, Sundance, Cannes, Tribeca, etc. Alexandre Calil é CEO da VRXP - Virtual Reality Experience, coordenador do BIG Festival e administrador principal da maior comunidade de realidade virtual no Facebook (Virtual Reality). Toda a programação, em ambas cidades, é gratuita. Mais detalhes aqui.


GABRIEL E A MONTANHA É PREMIADO NA SEMANA DA CRÍTICA DO FESTIVAL DE CANNES

A coprodução franco-brasileira Gabriel e a Montanha de Fellipe Gamarano Barbosa saiu premiada na Semana da Crítica, mostra paralela à disputa principal pela Palma de Ouro no Festival de Cannes, dedicada a revelar novos nomes do cinema. O filme recebeu os prêmios Fondation Gan para a Difusão, que auxiliará sua distribuição em território francês, e Revelação France 24, por sua criatividade. O principal prêmio da mostra ficou com o documentário Makala do francês Emmanuel Gras. Lembrando que o júri da Semana da Crítica deste ano foi presidido pelo pernambucano Kléber Mendonça Filho, diretor de Aquarius, que concorreu à Palma de Ouro no ano passado. Gabriel e a montanha é baseado na história real do economista Gabriel Buchmann, amigo de infância de Barbosa encontrado morto em Malauí, na África, em 2009.


6ª MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA AMBIENTAL EM SP

Começa hoje, na cidade de São Paulo, a 6ª edição da Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que se estenderá até 14 de junho. O evento tem como objetivo promover a difusão de obras cinematográficas raras ao público brasileiro, promovendo discussões ambientais que envolvam a totalidade de nossa sociedade. Na programação, as (co)produções francesas: Amanhã de Mélanie Laurent e Cyril Dion, A Odisseia do Vento de Cyril Barbaçon, Andrew Byatt e Jacqueline Farmer, Brumário de Joseph Gordillo, Algo de Grandioso de Fanny Tondre, Anuktatop: A Metamorfose de Nicolas Pradal e Pierre Selvini, O Custo do Transporte Global de Denis Delestrac e Gigante de Zhao Liang. Além disso, a mostra presta homenagem ao indigenista e documentarista franco-brasileiro Vincent Carelli. Marcos do cinema de Carelli serão exibidos em diversas salas do festival, e compõe a programação do dia de homenagem (13.06) no Cine Reserva Cultural: Corumbiara, O Espírito da TV, Vídeo nas Aldeias, A Arca dos Zo’é, Segredos da Mata e Martírio. Todas as sessões são gratuitas. Consulte a programação completa aqui.


6º OLHAR DE CINEMA EM CURITIBA

O Festival Internacional Olhar de Cinema chega a sua 6ª edição, que será realizada de 7 a 15 de junho. Com 125 filmes vindos de diferentes partes do mundo, além de Oficinas, Seminário, Encontros de Negócios, Masterclass, festas e Debates, o Olhar de Cinema ocupa diferentes espaços na cidade de Curitiba, oferecendo ao longo de 9 dias uma ampla, acessível e variada programação. A França estará representada pelas produções e coproduções Corpo Estrangeiro de Jassad Gharib na competição de longas, Ciudad Maya de Andrés Padilla Domene na competição de curtas, Occidental de Neïl Beloufa na mostra Novos Olhares, Cilaos de Camilo Restrepo e Anne Luthaud eMão de obra deLoukianos Moshonas na mostra Outros Olhares, Boudu, salvo das águas de Jean Renoir, História da Noite de Geschichte der nacht e Viagem à Lua de Geroges Meliès na Mostra Olhares Clássicos, Dao khanong de Anocha Suwichakornpong na Mostra Foco,  O Horizonte de Bene de Eloic Gimenez e Jumi Yoon na Mostra Pequenos Olhares; além da exibição especial dos curtas Où en êtes-vous, Jean-Marie Straub? e Pour Renato de Jean-Marie Straub. A programação completa está disponível no site do festival. Apoio: Embaixada da França e Institut Français do Brasil.


INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O FESTIVAL ANIMAGE EM PERNAMBUCO

O Animage – Festival Internacional de Animação de Pernambuco abriu inscrições para as mostras competitivas da sua 8ª edição, que acontecerá entre 10 e 19 de novembro. Os filmes devem ser submetidos até 8 de agosto através do site. O Festival conta com três categorias competitivas: curtas-metragens, curtas infantis e curtas brasileiros. A seleção aceita apenas filmes realizados a partir de 2016, que contemplem técnicas de animação e cuja duração máxima seja de 30 minutos. Apoio: Embaixada da França e Institut Français do Brasil.


ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O BIFF EM BRASÍLIA

O Brasília International Film Festival – BIFF abriu inscrições para sua sexta edição, que acontece entre 10 e 19 de novembro na capital federal. Elas podem ser feitas até o dia 30 de julho no site. Além das mostras paralelas, encontros e debates, o festival conta com mostras competitivas de longas-metragens de ficção e documentários. O BIFF dedica-se à produção de jovens realizadores de modo que os filmes inscritos podem ser no máximo o terceiro filme de longa-metragem do diretor. Ao todo, serão distribuídos R$ 70 mil em prêmios. 


4ª EDIÇÃO DO CINECLUBE ANIMASSA EM SALVADOR

 O Cineclube Animassa chega à 4ª edição de sua 2ª temporada neste sábado, 3 de junho às 17h, na RV Cultura e Arte em Salvador. Com objetivo de ampliar a exibição de filmes de animação para o público baiano e formar uma plateia para esse segmento audiovisual, o cineclube tem entrada gratuita.  No projeto, já foram exibidos filmes como Guida de Rosana Urbes, que recebeu o prêmio Jean-Luc Xiberras (melhor primeiro filme) no Festival de Animação de Annecy 2015. A programação da próxima sessão conta com oito curtas franceses: Une Bonne Journée de Matthias Bruhn, Ligne Verte de Laurent Mareschal, Lettres de Femmes de Augusto Zanovello, Le Roman de Mon Âme de Solweig Von Kleist, Duo de Janis Aussel/Elsa Boyer/Marie-Pierre Demessant/Dorian Lee/Laurent Moing/Guitty Mojabi/Aron Bothman, Le Moine et le Poisson de Michael Dudok de Wit, Le Repas Dominicalde Céline Devaux e Le 12ème Homme de Thomas Pons. “A seleção de curtas representa a diversidade das animações francesas, tanto em gênero quanto em técnica. Vamos apresentar desde filmes experimentais, que foram produzidos ainda em escolas de animação, até curtas ganharam notoriedade em festivais de cinema pelo mundo", comenta o curador do evento Rafael Saraiva. A programação detalhada está disponível aqui. Apoio: Embaixada da França e Institut Français do Brasil.


MANDATO DE MANOEL RANGEL À FRENTE DA ANCINE CHEGA AO FIM

Doze anos se passaram e o mandato do competente diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel, chegou ao fim no mês de maio. O cargo passará a ser ocupado pelo cineasta mineiro João Batista Andrade. Parabenizamos Manoel Rangel por sua atuação, fomento do audiovisual brasileiro e estimulo à cooperação internacional no setor. Em seu mandato, foi assinado o histórico Acordo de Coprodução Audiovisual entre o Brasil e a França. Durante o Rio Content Market, em março deste ano, a Presidente do Centre National du Cinéma et de limage animée (CNC), Frédérique Bredin e Manoel Rangel, já haviam assinado, um protocolo de cooperação audiovisual que apontava para a concretização do acordo. A iniciativa formalizou a promissora relação bilateral conservada entre ambos os países no sistema audiovisual após uma aproximação iniciada há 3 anos através de encontros regulares entre Bredin e Rangel


4ª MOSTRA JOIAS DO CINEMA FRANCÊS - PARTE II NO RJ

Depois do sucesso da grade regular da Mostra Joias do Cinema Francês, organizada pelo Cine Joia em abril, mais dois filmes franceses estarão em cartaz essa semana para fechar o evento com chave de ouro.  Os filmes 21 Noites com Pattie de Arnaud Larrieu e Jean-Marie Larrieu e Nocturama de Bertrand Bonello estarão em cartaz entre 1 e 7 de junho (exceto na segunda-feira) às 16h e 18h15, respectivamente. Parceria entre Cine Joia de Copacabana e a Cinemateca do Consulado na França no Brasil, a Mostra Joias no Cinema Francês chega ao seu quarto ano de realização em 2017. Mais detalhes na página do evento


Cinemaison no Rio de Janeiro

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL VARILUX COM CONVIDADOS FRANCESES E FILMES INÉDITOS

No dia 5 de junho, o Cinemaison abre as portas para uma noite especial dedicada a comédia em presença de duas convidadas do Festival Varilux de Cinema Francês: a diretora Noémie Saglio e a atriz Camille Cottin. Serão exibidos os filmes Connasse de Noémie Saglio e Éloïse Lang com Camille Cottin às 18h e Toute premère fois de Noémie Saglio e Maxime Govare às 20h. E no dia 12 de junho, o Cinemaison exibe quatro filmes inéditos do festival: Na vertical de Alain Guiraudie às 13hAmanhã de Cyril Dion e Mélanie Laurent às 15hTour de France de Rachid Djaïdani, em presença do ator e rapper Sadek, às 18h, e O Filho Uruguaio de Olivier Peyon, em presença do próprio Peyon e do ator Ramzy, na última sessão às 20h. Confira o flyer com a programação.

 


Ciné Le Corbusier em Brasília
A vida de uma mulher

07.06 às 19h Especial Varilux: A vida de uma mulher

Une Vie (Bélgica, França 2017).
De Stéphane Brizé. Drama em /119’.
Jeanne volta para casa após completar os estudos e passa a ajudar os zelosos pais nas tarefas do campo. Certo dia o visconde Julien de Lamare aparece nas redondezas e logo conquista o coração da jovem, que, encantada, com ele se casa e vai morar. Conforme o tempo avança Julien se mostra infiel, avarento e nada companheiro, o que vai minando a alegria de viver da antes esperançosa Jeanne.
Distribuição: Mares Filmes


Coração e alma

14.06 às 19h: Especial Varilux: Coração e Alma

Réparer les vivants (França 2016).
De Katell Quillevéré. Drama em /100’.
Tudo começa ao amanhecer; três jovens surfistas em um mar furioso. Poucas horas depois, a caminho de casa, ocorre um acidente. Agora totalmente ligado às máquinas em um hospital em Le Havre, a vida de Simon está por um fio. Enquanto isso, em Paris, uma mulher aguarda o transplante de órgão que lhe dará uma nova chance de vida.
Distribuição: California Filmes 


Em cartaz no Brasil
Esteros

08.06 Esteros

(Argentina, Brasil, França 2017).
De Papu CurottoDrama em /77’.
Matias e Jeronimo são dois grandes amigos que cresceram juntos em Paso de Los Libres, uma região simples e folclórica na Argentina. Durante sua adolescência, surgiu uma inesperada atração sexual entre os dois, que viveram os sentimentos com curiosidade. Mas a vida acabou separando seus destinos. Após anos afastados, eles lidam de maneiras totalmente distintas com as lembranças do passado. Mas, quando os dois se reencontram, o sentimento renascerá e se confrontará com todos os tipos de conflitos morais.
Distribuição: Europa


Até nunca mais

15.06 Até nunca mais

À jamais (França, Portugal 2017).
De Benoit Jacquot. Drama em /90’.
Jacques é um cineasta e Laura uma performer. O casal mora numa grande casa isolada pelo mar. Rey morre. sem saber a causa da morte, Laura fica sozinha na casa, tendo que conviver com o fantasma de seu falecido marido.
Distribuição: Mares Filmes


À sombra de duas mulheres

15.06 À sombra de duas mulheres

L'ombre des femmes (França, Suíça 2015).
De Philippe Garrel. Drama em /73’.
Pierre e Manon são pobres. Por prazer, fazem documentários sem orçamento algum e se viram em trabalhos temporários para sobreviver. Um dia, Pierre conhece Elizabeth, uma jovem estagiária que se torna sua amante. Apesar de estar apaixonado, ele não quer deixar Manon – a ideia é manter ambos os relacionamentos. No dia que Elizabeth conta que Manon também vive outra relação e está apaixonada por outro homem, Pierre descobre que Manon é seu único e precioso amor.
Distribuição: Fênix Filmes


Na França

OS PRÊMIOS DA 70ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DE CANNES

A 70ª edição do Festival de Cannes chegou ao fim no último domingo (28), quando foram anunciados os vencedores da competição. O filme The Square, dirigido pelo sueco Ruben Östlund, ganhou a Palma de Ouro.  O ator norte-americano Joaquin Phoenix levou o prêmio de melhor ator por sua atuação no filme You Were Never Really Here da diretora Lynne Ramsay e Diane Kruger levou o prêmio de melhor atriz, por seu papel na produção alemã In the Fade de Fatih Akin. Sofia Coppola levou o prêmio de melhor direção por The Beguiled, enquanto o Grande Prêmio do festival este ano foi para o filme 120 battements par minute do diretor francês Robin Campillo e o russo Andrei Zviaguintsev recebeu o prêmio do júri por Loveless. Além das premiações tradicionais, o festival atribuiu um prêmio especial à atriz Nicole Kidman.


PRIMEIRO ENCONTRO “MULHERES NA ANIMAÇÃO” NO FESTIVAL DE ANNECY

Este ano o Festival Internacional de Animação de Annecy vai incluir um novo evento em sua programação: o Encontro Mulheres na Animação, que acontecerá no dia 12 de junho. Trata-se de um dia inteiro dedicado a painéis e discussão de tópicos relevantes para mulheres que trabalham no setor da animação, entre eles "Explorando o Preconceito Inconsciente", "50/50 até 2025 - Como Estamos Chegando Lá?" "Desenvolvendo Histórias Diversas" e "Experiências de Artistas Mulheres". Entre as participantes estão executivas da indústria e produtoras de empresas como a Warner Animation Group, a Illumination Entertainment, a CANUK Prods, a Studio Canal China, a DreamWorks Oriental e Walt Disney Animation Studios. Para reservas e mais informações, acesse o site do festival.


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.